24.9.10

Ana Genezini indica melhorias para piscina da Terceira Idade

Colocação de box nos vestiários, substituição da escada de acesso a piscina de forma a diminuir o espaçamento entre os degraus e instalação de mais chuveiros foram algumas das reivindicações da vereadora Ana Genezini (PTB) para a recém inaugurada Piscina da Terceira Idade. Além das medidas citadas a parlamentar também incluiu na indicação, apresentada ao Poder Executivo no último dia 30, a designação de um funcionário que fique responsável pela limpeza dos vestiários e de todo espaço da piscina.
A vereadora explicou que a construção da piscina foi um grande passo rumo à plena qualidade de vida dos idosos de Vinhedo, mas que alguns ajustes são necessários. “Muitos detalhes que aperfeiçoam a obra e sua utilização, só aparecem com o uso, por isso ouvindo aqueles que se utilizam do local, captando suas indicações e encaminhando-as ao Poder Executivo, vamos em conjunto trabalhando no sentido de melhorar ainda mais as instalações”, afirmou.

Ana Genezini promove distribuição de sacolas retornáveis durante Sessão da Câmara

Na terça-feira, 31, a plateia presente na sessão da Câmara Municipal recebeu uma sacola retornável idealizada pela vereadora Ana Genezini (PTB), produzida no Instituto Pró-Verde em São Paulo com o patrocínio da empresa Litucera. Desde 2009 a vereadora trabalha nesta questão para promover uma consciência ecológica no município, seja através de eliminação nas sacolas plásticas, e de iniciativas que garantam uma cidade sustentável.
Conforme explicou a vereadora, a distribuição das sacolas teve início na Missa Ecológica realizada na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes na Capela e deverá ser estendido a outros eventos da cidade. “O resultado foi muito bom; já é possível ver moradores do bairro fazendo uso destas nos supermercados e demais comércios”.
A ideia das sacolas retornáveis, segundo a vereadora, partiu de um projeto multidisciplinar desenvolvido pelos alunos do Colégio Sant’Anna em junho do ano passado que mostrava os impactos causados pela utilização das sacolinhas plásticas no meio ambiente. Desde então a parlamentar tenta instituir uma cultura ecológica na cidade para que a substituição destas seja gradativa.
Ana Genezini ainda é autora de duas minutas de projeto que visam proibir a utilização de sacolas plásticas nos supermercados, bem como, dar possibilidade de atendimento no caixa preferencial aos que estejam fazendo uso das sacolas retornáveis. Também foi a partir de sua sugestão e empenho que o município aderiu à coleta de óleo vegetal, mais uma iniciativa em prol do meio ambiente. “É um pequeno passo, mas se tivermos o engajamento de todos conseguiremos conscientizar cada vez mais pessoas a cuidarem do nosso meio ambiente e adotar práticas saudáveis para nossa vida”, reforçou Ana Genezini.

Vereadora apresenta sugestões para plano de cargos e carreiras dos professores

A vereadora Ana Genezini (PTB) apresentou nesta semana indicação a Prefeitura propondo alguns critérios que devem ser observados no momento da execução da reforma administrativa do município no que se refere ao magistério municipal.
Entre as sugestões apresentadas pela vereadora está a revisão da Lei Complementar nº4/98 que dispõe sobre o magistério público e respectivo Plano de carreira e Salários, como também o enquadramento das funções de “monitor do ensino Infantil” e” Monitor de Creche” – em extinção na vacância – dentro da mesma legislação, com adequação da carga horária para 30 horas semanais.
Também faz parte das sugestões de Ana Genezini a inclusão das funções de Inspetor de Alunos, Oficial de Escola e Secretário, cargos constantes na Lei Municipal nº 2.103/93. Conforme justificou a vereadora no texto da indicação, “com os estudos que estão sendo elaborados para a reestruturação administrativa da Prefeitura, não se pode esquecer as necessidades de todas as funções serem devidamente avaliadas e inclusive a lei complementar, em razão de funções que foram criadas dentro da estrutura administrativa, mas que, precisar estar sendo tratadas dentro da Lei Complementar”. “Acredito este ser o melhor momento para o Executivo rever estes cargos e adequá-los dentro das especificidades do magistério, para que todos os profissionais da área possam ser cuidados na mesma lei, não se esquecendo da redução de carga horária dos nossos monitores”, explicou a vereadora.