30.11.12

Ana Genezini reitera pedido por bibliotecas em bairros do município



Dentre os trabalhos apresentados pela vereadora Ana Genezini (PTB) no expediente da 165ª Sessão Ordinária, realizada nessa terça-feira, 27, a educação foi o tema mais abordado. Três reiterações foram encaminhadas ao poder executivo, cada uma propondo a implantação de um novo programa educacional e cultural no município. Por meio da indicação nº 210/2012, que propõe a implantação do programa “ O Olho do Saber”, Ana Genezini pretende estimular a prática da leitura e difundir a cultura brasileira e universal entre os vinhedenses. A propositura sugere que a Prefeitura instale bibliotecas em regiões, como por exemplo:- Região da Nova Vinhedo, Três Irmãos, Vila João XXIII e Capela, em locais estratégicos buscando atender todos os bairros do município e que possam satisfazer a demanda existente, para livre acesso da população.
Intituladas como “O Olho do Saber”, as bibliotecas conteriam obras de literatura infantil e juvenil, da cultura brasileira e universal, periódicos, mapas, monografias, teses e dissertações, além de computadores para acesso livre à internet. Os munícipes realizariam um cadastro para utilização dos computadores disponíveis nas bibliotecas, com limite de uma hora, sendo possível agendar previamente o horário da visita à unidade para utilização do equipamento. “Em Curitiba já existe projeto semelhante, intitulado ‘Farol do Saber’, no qual as bibliotecas dos bairros servem como uma espécie de portal das escolas municipais, que eventualmente realizam aulas lá como uma maneira de oferecer ao aluno leituras mais completas, que vão além das apostilas do ensino regular; esse trabalho também pode ser realizado em Vinhedo com a implantação do programa ‘O Olho do Saber’”.
A segunda indicação reiterada na noite, de nº 256/2012, enfoca na capacitação do aluno da rede pública em áreas tecnológicas, por meio da implantação do projeto “Aluno Monitor”. A indicação foi elaborada baseada em um trabalho que já é realizado na cidade de Campo Limpo Paulista, e que foi apresentado ao prefeito Milton Serafim pela própria vereadora Genezini, ainda em 2009, no primeiro ano da atual legislatura. Em Campo Limpo Paulista, o projeto “Aluno Monitor” é realizado com o respaldo da Microsoft e tem o objetivo de capacitar jovens com certificação profissional em diversas áreas de tecnologia, ou apenas promover a inclusão digital de alunos do Ensino Fundamental. Em Vinhedo, o projeto deverá seguir os mesmos moldes da cidade vizinha, adaptando-se a realidade das escolas que receberão os centros de capacitação.
Por fim, através da reiteração da indicação nº 337/2011, a parlamentar solicita a inclusão das turmas do curso de capacitação da AVEHA no “Projeto Escola”, desenvolvido pela Sanebavi em parceria com a secretaria municipal de Educação. O “Projeto Escola” é um programa municipal realizado com os estudantes da rede pública que difunde a importância da preservação do meio ambiente e o aprendizado dos processos de tratamento de água e esgoto, além de dicas de economia de água.
O acesso à educação e à cultura é um direito de todo cidadão, e Vinhedo precisa sempre buscar oferecer as melhores condições para seus moradores, por isso, a implantação desses programas seria de fundamental importância para o desenvolvimento do município e da cidadania”, finalizou Ana Genezini

Após solicitação de Ana Genezini, nova rotatória é instalada no bairro Santo Antonio


Mais uma melhoria reivindicada por Ana Genezini (PTB) foi implantada na região da Capela. Por meio de indicações, a vereadora solicitava à Prefeitura a instalação de uma rotatória na confluência das Ruas José Lucas, Aerossóis e Valdomiro F. de Camargo.

O local onde foi instalada à melhoria é uma das principais rotas de circulação do bairro e, apesar de ficar em área residencial, muitos veículos não respeitam o limite de velocidade, causando preocupação entre os moradores. “Além de organizar o trânsito, a rotatória serve como obstáculo ao motorista imprudente, que se vê obrigado a reduzir a velocidade para passar pelo local”, afirmou Ana Genezini.

A sinalização de solo também foi reforçada nas proximidades da rotária, novos sinais de “PARE” foram pintados e tachões foram instalados nas faixas que dividem as pistas.

“Na medida em que os bairros vão crescendo é preciso readequar a infraestrutura local, principalmente viária, permitindo assim que a região se desenvolva de forma organizada, sem oferecer risco aos seus moradores”, finalizou Ana Genezini.

26.11.12

Criação de farmácia 24 horas na UPA e novo CASM na região central são reivindicações de Ana Genezini


Nas últimas sessões a vereadora Ana Genezini (PTB) reiterou três indicações voltadas para o desenvolvimento da saúde em Vinhedo, cada qual visando melhorar a cobertura da saúde pública de determinada região.

Reiterada na 164ª Sessão, a indicação nº 0483/2012 propõe à municipalidade a implantação de uma farmácia 24 horas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rua Engº Aurélio José Frediani, que será inaugurada em breve. Tal melhoria, caso acatada, seria a primeira do município com 24 horas de funcionamento, possibilitando à população a retirada de medicamentos em casos de urgência. “Com uma farmácia 24 horas dentro do prédio da UPA, o cidadão poderá adquirir seus medicamentos logo após a consulta, facilitando o tratamento”, destacou a vereadora.

A criação de um CASM na região central também é uma solicitação antiga da parlamentar, já que o pedido para criação do novo Centro de Atenção à Saúde da Mulher foi reiterado pela última vez na 161ª Sessão, e tem como objetivo expandir o excelente trabalho realizado na unidade da Capela, que se tornou referência regional no atendimento às necessidades específicas da mulher.

Por fim, através da indicação nº 0601/2012, reiterada na 164ª Sessão, Ana Genezini sugere a realização de ao menos um plantão por semana na Unidade Básica de Saúde Albertina Amstalden, no Jardim Von Zuben, a fim de atrair novos pacientes para a unidade, desafogando o atendimento na Policlínica da Capela.

A cada semana seria realizado plantão de uma determinada especialidade, como pediatria, nutrição, cardiologia, urologia dentre outros. “A UBS do Jardim Von Zuben possui ótima estrutura e excelentes profissionais, seus serviços devem ser mais utilizados pela população, melhorando o atendimento como um todo”, explicou Ana Genezini.

9.11.12

Vereadora Ana promove “Novembro Azul” contra câncer de próstata



Depois do sucesso do evento “Outubro Rosa” realizado na cidade no mês passado em Vinhedo, a vereadora Ana Genezini (PTB) propôs na última sessão de terça-feira, 6, a promoção de campanha similar, só que para os homens, incentivando a realização do exame de próstata para um diagnóstico antecipado da doença.

Segundo a justificativa da indicação, também subscrita pelos demais vereadores, o câncer de próstata é o segundo câncer mais comum entre os homens e um dos que mais matam, por causa de um diagnóstico tardio e do preconceito em realizar o exame.

De acordo com o INCA – Instituto Nacional de Câncer, os tumores crescem de forma rápida e são quase imperceptíveis ao homem, por isso, o exame é tão necessário, já que a estimativa para esse ano é de que mais de 60 mil casos sejam descobertos no Brasil. “O objetivo desta campanha é o mesmo do ‘outubro rosa’: divulgar, esclarecer, sensibilizar e incentivar a população, particularmente os homens na faixa etária acima de 45 anos a realizar os exames de detecção precoce do câncer o qual, sendo diagnosticado na sua fase inicial aumentam muito as chances de sucesso no tratamento”, salientou Ana Genezini.

Academia ao ar livre na Capela

Outra indicação apresentada pela vereadora pede à Prefeitura que seja providenciada área de sombra no local em que está instalada a academia ao livre do bairro da Capela, na Praça Aurora Sudário.

O objetivo do pedido é que os equipamentos possam ser utilizados pela população mesmo no período vespertino, quando o Sol está intenso. “Há muita procura pelos aparelhos, no entanto, muitos moradores gostariam de utilizá-lo a tarde ou na hora do almoço e por causa do forte sol fica inviável”.

Solicitação de Ana Genezini quer revisar valor de passagem de ônibus até São Paulo



Uma reivindicação da vereadora e 1ª secretária Ana Genezini pretende corrigir o valor da passagem praticado pela empresa Lira, responsável pelo transporte rodoviário que circula pela Via Anhanguera fazendo o itinerário Campinas/São Paulo.

Segundo a vereadora Ana Genezini, “o valor é injusto e precisa ser revisto”, uma vez que os passageiros que saem de Vinhedo pagam o mesmo valor dos que embarcam em Campinas, sendo que a distância de Vinhedo a São Paulo é menor. “Nosso pleito é para que o valor da passagem seja seccionado, de modo que os passageiros passem a pagar por quilometro rodado”, explicou a vereadora.

Para solicitar a revisão a vereadora protocolou pedido no último dia 23, junto à Agência Reguladora de Serviços Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) pedindo que seja feita a correção dos valores, o qual encontra-se aguardando manifestação da área responsável.

O mesmo pode ser consultado via internet pelo protocolo nº 448857. “Acredito que a Artesp irá se pronunciar favoravelmente ao nosso pedido, porque é uma questão de justiça na verdade”, destacou.

1.11.12

Ana Genezini contabiliza balanço positivo no “Outubro Rosa” e reitera indicações para o gênero



Na última sessão do mês de outubro, realizada no dia 30, a vereadora e 1ª secretária da Câmara, Ana Genezini (PTB) fez um balanço das ações realizadas durante todo o mês em alusão ao projeto “Outubro Rosa”, uma iniciativa do seu mandato que buscou informar a população sobre o câncer de mama, sintomas, tratamentos e, principalmente, a importância do diagnóstico precoce para a cura.

“Eu acredito que foram muito positivas essas ações que realizamos nesse mês, ganhamos bastante visibilidade, trouxemos especialistas para debater o assunto, a Prefeitura foi parceira e promoveu um mutirão de exames, iluminou o prédio do Memorial do Imigrante com a cor rosa; então estou muito satisfeita e esta é a primeira campanha de muitas outras que virão”, destacou a vereadora.

Além de apresentar vídeos explicativos durante as sessões do mês de outubro, Ana Genezini foi a responsável pela vinda de profissionais do Instituto do Câncer de São Paulo que promoveram palestra explicativa no Ceprovi, logo no início do mês. A Câmara e a Prefeitura abraçaram a causa e promoveram campanhas específicas para cada órgão, bem como, a Secretaria de Saúde promoveu eventos em toda a cidade, visando disseminar as informações.

Antes do encerramento do mês a vereadora aproveitou a oportunidade para reiterar algumas indicações para as mulheres, que assim como Outubro Rosa, tem o objetivo de oferecer mais qualidade de vida e saúde ao gênero.

Exemplo dessas reiterações é a moção de nº 146/2012 aprovada ainda em setembro que apela ao presidente da Câmara dos Deputados e líderes dos partidos políticos, a aprovação de projeto de lei de autoria da Senadora Ideli Salvatti, para garantir o fornecimento de vacinação contra a HPV à população.

Segundo explicou a vereadora em sua propositura, embora a ANVISA tenha aprovado o uso da vacina contra o HPV para homens e mulheres com idade entre 9 e 26 anos, a imunização não sai por menos de R$ 1 mil, sendo que cada dose tem um custo de cerca de R$ 300, sendo necessária três aplicações. “Apesar de sabermos que a saúde não tem preço, infelizmente muitas pessoas em nosso país mal têm acesso aos serviços básicos de saúde, quanto mais a um medicamento tão caro. O ideal seria que o governo disponibilizasse a vacina de forma gratuita, para tentar agilizar o processo encaminhei ao Prefeito Milton Serafim pedido para que o Município possa disponibilizar a vacina à toda nossa população”, explicou Ana Genezini.

A obrigatoriedade de cirurgia plástica reparadora de mama pelo SUS em caso de mutilação decorrente do tratamento de câncer também foi pauta de moção de apelo destinada ao Senado Federal. A vereadora Ana Genezini solicita aos senadores que seja aprovado projeto de lei de autoria da deputada Rebecca Garcia que trata dessa questão. “Realizada no tratamento de alguns tipos de câncer, a retirada da mama afeta a autoestima da mulher, sendo, portanto, parte integrante do tratamento. É por isso que apoiamos esse projeto da senadora que prevê essa reconstrução de mama via SUS e requeremos urgência na apreciação e votação do projeto”, completou.

Ana Genezini acompanha 2ª fase das obras de pavimentação de ruas do Jardim Florido



Os trabalhos para pavimentação das ruas do Jardim Florido seguem a todo vapor, após a primeira preparação do solo e o assentamento das guias, obra já inicia a fase de compactação do solo e nivelamento de pista e calçada. Ana Genezini (PTB), autora dos pedidos pela melhoria, acompanhou o início da nova etapa dos trabalhos ao longo da semana.

Durante a visita às Ruas Ingá, Manacá, Cravo, Alecrim e Orquídea, locais que estão recebendo a melhoria, a parlamentar pode acompanhar a distribuição de terra nas guias para nivelamento com a pista e também nivelamento de passeios públicos, para evitar que a água decorrente das chuvas infiltre na calçada danificando a guia e o asfalto.

De acordo com o cronograma informado pela secretaria de Obras, ainda nessa semana esta prevista a colocação de brita para compactação do solo antes do recebimento da camada asfáltica. Assim como aconteceu na 1ª fase da obra, a Rua Orquídea e a Alecrim serão as primeiras vias a passar pela nova etapa dos trabalhos. “Toda essa preparação é fundamental para a manutenção da nova infraestrutura. A pavimentação das ruas do Jardim Florido está sendo realizada conforme o planejado, atendendo todos os requisitos necessários para que o trabalho seja entregue com qualidade à população, entendemos os transtornos que estão sendo causados aos moradores, principalmente nesses dias que estamos recebendo chuva, mas, o importante é que a obra sairá a custo zero para todos os moradores”, enfatizou Ana Genezini.

26.10.12

Novas indicações envolvendo o SESI são apresentadas por Ana Genezini



A vereadora Ana Genezini (PTB) apresentou na última semana duas novas indicações por melhorias infraestruturais no SESI e uma propondo a implantação de novos cursos na escola. Tais solicitações beneficiam não só os alunos do SESI como também toda a população.

Com relação à infraestrutura, a parlamentar sugere que seja feita uma ponte sobre o Córrego Pinheirinho na Avenida Ana Lombardi Gasparini, oferecendo à população mais uma opção de retorno nas proximidades da escola além de desafogar o trânsito local. O outro pedido de mesma categoria é para a instalação de novas vagas de estacionamento para os veículos de transporte escolar. Ana Genezini propõe que seja feita uma reunião com a diretoria do SESI para debater a proposta.

Por fim, a última indicação da vereadora voltada para escola sugere que a municipalidade proceda estudos junto à FIESP com o objetivo de firmar uma parceria ou convênio para a implantação de escola técnica no SESI no período noturno, oferecendo cursos como jornalismo, economia, informática, mecânica e outros.

“O novo SESI, recentemente inaugurado, possui uma estrutura invejável e pode muito bem comportar uma escola técnica de primeira qualidade; Vinhedo necessita de novas opções de ensino especializado”, enfatizou Ana Genezini.

Ana Genezini quer monitores de educação física nas academias ao ar livre e diversas outras melhorias



A busca de Ana Genezini (PTB) por novas melhorias para o município tem sido uma constante de seu mandato, nas duas últimas sessões, respectivamente à 159ª e 160ª da atual legislatura, quatro novas indicações foram apresentadas pela parlamentar abordando temas de competência de diferentes secretarias.

Na 159ª sessão, realizada no dia 16, a vereadora solicitou à administração pública a realização de patrulhamento na Rua Urbana Junqueira Meirelles , no Jardim Florido, e a implantação de monitores de educação física nas academias ao ar livre que estão sendo instaladas no município. Tais pedidos foram apresentados pelas indicações 757/2012 e 758/2012, respectivamente. A crescente utilização das academias municipais fez com que Ana Genezini atentasse à eminente necessidade de a Prefeitura oferecer à população o auxílio de profissionais de educação física, garantindo o bem-estar e a segurança na prática esportiva.

Assim como ocorreu na 159ª, outras duas indicações foram apresentadas na 160ª sessão ordinária, realizada nessa terça-feira, 23. Primeiramente, através da indicação nº 768/2012, Ana Genezini propõe a construção de mesas e bancos de concreto no Centro de Lazer do Trabalhador, na Capela, em especial próximo à cancha de malha/bocha e da lanchonete. A vereadora ainda dá como exemplo para a melhoria os bancos e mesas existentes no Recanto dos Aposentados, no Complexo Esportivo da Vila João XXIII. “Os frequentadores das áreas de lazer do nosso município precisam de mais acomodações para jogar seus carteados e afins ou mesmo para conversar e descansar”, justificou a parlamentar.

Por fim, através da indicação 769/2012, Ana Genezini solicita que a secretaria competente realize estudos quanto à possibilidade de implantar um estacionamento com vagas a 45º na Rua Alaor Cieni. Para tanto, a parlamentar propõe a desapropriação de uma porção de terra em terreno aos fundos do prédio da antiga IPIAC. “A Rua Alaor Cieni comporta um grande fluxo de veículos e pedestres, principalmente nos dias de jogos no Centro de Lazer do Trabalhador, por isso, a implantação de um novo bolsão de estacionamento no local é de fundamental importância para a organização do tráfego local e para a manutenção do bem-estar dos usuários da Praça e também dos pedestres”, enfatizou Ana Genezini.

Solicitações de Ana Genezini para instalação de rede de esgoto em diferentes bairros foram atendidas



Nos últimos meses, a vereadora Ana Genezini (PTB) reiterou pedidos para instalação de tubulação de esgoto nos bairros do Jd. das Nogueiras e Jd. Miriam, e prontamente foi atendida pela prefeitura. Já no dia 3 de setembro, a Prefeitura de Vinhedo e a Sanebavi iniciaram as obras no Jardim das Nogueiras, concluídas logo na semana seguinte.

A melhoria teve por objetivo oferecer saída de esgoto para as residências da Rua das Tampinhas com fundo para o terreno do futuro Complexo Educacional da Capela, e era uma antiga solicitação de Ana Genezini, que desde o início de seu mandato intermediava a execução do serviço junto ao prefeito Milton Serafim. Cerca de 200 metros de tubulação foram instalados e fizeram a ligação do esgoto residencial da Rua das Tampinhas com a já existente tubulação da Rua Agenor de Matos.

Já no Jardim Miriam, a instalação de tubulação foi realizada na viela situada na Rua Ayrton Senna da Silva onde cerca de 150 m de tubulação foram instalados no local para receber o esgoto de parte das casas da Rua Ayrton Senna da Silva, além de três poços de verificação, instalados a cada 50 metros, para facilitar o desentupimento e averiguação da rede de esgoto quando necessário.

“Essas melhorias, há muito reivindicada pela população, fazem parte do planejamento de modernização infraestrutural dos bairros, assim como da busca da atual administração em melhorar a saúde pública e oferecer mais qualidade na prestação de serviços”, enfatizou Ana Genezini.

19.10.12

Após série de pedidos de Ana Genezini, Prefeitura conclui trabalhos de pavimentação e instalação de iluminação na viela da Rua 21 de Abril



Finalmente, após meses de conversação da vereadora Ana Genezini (PTB) com o poder executivo e uma série de trabalhos na viela da Rua 21 de Abril, na Capela, a instalação de iluminação e a pavimentação asfáltica do local chegou ao fim. Desde o protocolo do pedido junto ao secretário de Serviços, Arthur Biancalana, em março desse ano, a parlamentar esteve na viela inúmeras vezes para acompanhar o andamento da obra e registrar as diferentes etapas do processo.

A viela da Rua 21 de Abril, embora não fosse pavimentada, já era uma das passagens de pedestres mais utilizadas pelos moradores da região, pois faz ligação entre os bairros da Capela e Jd. Nova Palmares. Por isso, a melhoria do local era uma solicitação antiga da população.

Além da pavimentação e da instalação de iluminação, a mata da encosta que faz divisa com a viela passou por limpeza, a fim de evitar a proliferação de animais e insetos no local.

Ainda resta concluir a escadaria que serve de acesso à interligação dos bairros, a existente no local foi preparada pelos próprios moradores e requer melhorias em sua estrutura para garantir maior segurança àqueles que se utilizam dessa escada diuturnamente.

“A conclusão das obras infraestruturais na viela da Rua 21 de Abril é resultado de um longo trabalho da Prefeitura que acatou o pedido da população logo após a apresentação das indicações diretamente à secretaria de Serviços e por consequência ao Prefeito Milton Serafim, que determinou a execução dos trabalhos, essas melhorias são muito importantes para toda região da Capela, já que oferece maior segurança não só aos moradores das proximidades como também a todos transeuntes que se utilizam da via”, afirmou Ana Genezini.

Política de Controle e Proteção de Animais, proposta por Ana Genezini, já está em vigor



No dia 21 de agosto, durante a 151ª Sessão Ordinária, a Câmara de Vinhedo aprovou projeto de lei que trata da Política de Controle e Proteção dos Animais do município, com normas para defesa e controle das populações animais, bem como, controle das zoonoses e dos animais peçonhentos. Tal projeto, encaminhado pelo poder executivo, teve origem na indicação nº 920/2009 da vereadora Ana Genezini (PTB), e foi reiterada por quatro vezes até que se transformasse na lei hoje vigente. Ressalta-se que a minuta de projeto foi encaminhada à vereadora pela amiga Erconice Ramos Américo, cidadã participativa e responsável pela conquista alcançada.

Desde o início da atual legislatura a parlamentar buscava junto ao poder executivo elaborar uma política de Controle e Proteção de Animais no município, a fim de promover o desenvolvimento da saúde pública e da política ambiental vinhedense, e teve na aprovação do projeto de lei nº 34/2012 a conclusão desse trabalho.

“Desde que apresentei a minuta de projeto em forma de indicação, uma série de estudos foram realizados pela secretaria de Saúde a fim de aperfeiçoar o trabalho apresentado na Câmara e instituir política inédita no município”, relembra Ana Genezini.

Com dez folhas, a nova legislação estabelece uma série de regras para garantir os cuidados necessários com os animais do município, prevendo inclusive, a identificação e registro dos animais por meio de microchip; controle populacional por meio de esterilização cirúrgica; encaminhamento de animais abandonados; eutanásia em caso de enfermidades sem cura e após laudo veterinário; penalidades aos proprietários por maus tratos ou abandono, entre outras ações.

A política de controle dos animais também deverá integrar as ações que estão sendo feitas no município para esta área, culminando com a entrega do Departamento de Vigilância em Saúde que irá abrigar três setores da Secretaria de Saúde: a Vigilância Epidemiológica, a Vigilância Sanitária e o Centro de Controle de Zoonoses.

“A atenção dada pela Prefeitura ao projeto mostra o quanto a atual administração pública se preocupa com a qualidade dos serviços oferecidos à população, e também o respeito dispensado às iniciativas do poder legislativo, o que é fundamental para o desenvolvimento de Vinhedo”, concluiu a vereadora.

Palestra sobre Câncer de Mama discute importância da humanização no tratamento



No mês em que o mundo inteiro celebra o movimento “Outubro Rosa” visando conscientizar as mulheres sobre a importância do exame de mama para um diagnóstico precoce, a Câmara Municipal, por meio do mandato da vereadora Ana Genezini (PTB) promoveu uma palestra com especialista sobre o tema no Ceprovi, no último dia 15.

Com o tema “A Representação do Câncer para a Mulher” a palestra proferida pela coordenadora de humanização do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), Maria Helena Sponton, e discutiu a importância de um tratamento humanizado, suas causas e efeitos, citando como exemplo o trabalho que é feito no próprio instituto que é uma referência no país.

Além do público presente e da organizadora Ana Genezini, cerca de 70 pessoas participaram das discussões, entre elas a secretária de Saúde Nádia Capovilla - no ato representando o prefeito Milton Serafim - a diretora Regina Ligo, vereadora Marta Leão (PSD) e a paciente vinhedense Beth Duarte que deu seu testemunho sobre a doença e o cuidado recebido no ICESP.

“Humanização é entender a necessidade do outro, isso é uma coisa que levamos para a vida, na saúde você sempre vai trabalhar com isso, é necessário além do físico, trabalhar com a alma”, destacou Nádia.

Conforme explicou a vereadora Ana Genezini, Vinhedo abraçou a causa do Outubro Rosa e várias ações foram realizadas na cidade para chamar a atenção para o tema, como por exemplo, a iluminação do Memorial de Imigrante com as cores do movimento. “Enquanto vereadora estaremos nessa luta para mobilizar a cidade neste tema que é de grande importância para todos. Tem cura, só precisamos descobrir a tempo”, salientou.

Para a paciente de Vinhedo, essas ações podem ajudar a salvar muitas vidas. “Um movimento que começou solitário na cidade e que agora virou solidário. O câncer não mata mais, é um viver diferente e hoje estamos aqui para trazer mais informações sobre ele”, afirmou Beth.

De acordo com os dados do ICESP, o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, sendo que a estimativa para 2012 é de 52.680 novos casos. “A mortalidade ainda é elevada devido ao diagnóstico em estágio avançado”, explicou a especialista.

Na ocasião ainda foram explicados os principais sintomas e alguns sinais que podem ajudar a identificar a doença, como os nódulos, deformações e possíveis secreções. “O problema maior, no entanto, é lidarmos com o preconceito que ainda existe. Tanto que a palavra câncer é usada como uma metáfora para refletir as desordens, ou como um castigo de Deus. As pessoas vem o tratamento como um ataque ao organismo e não é assim. Dá para viver bem e se tratar”, completou.

A palestrante citou ainda um desenho feito por Ana Luiza Gasparini Vieira, sobrinha neta da vereadora Ana Genezini que de ouvir a avó Rita comentando todos esses dias sobre a campanha “Outubro Rosa” mostrou-se já conscientizada da importância da campanha e da necessidade que temos de amar e cuidar dos nossos seios e por conseqüência de nossa saúde e qualidade de vida.

Por fim os presentes puderam conhecer alguns serviços exclusivos oferecidos pelo ICESP – que é um instituto de ensino, pesquisa e tratamento que trabalha com pacientes referendados – e tirar suas dúvidas sobre formas de encaminhamento, duração do tratamento, entre outras especificidades.

29.6.12

Implantação de linhas de micro-ônibus em bairros da Capela é solicitada por Ana Genezini



Três indicações solicitando a disponibilização de linhas de micro-ônibus para atender bairros da região da Capela foram apresentadas por Ana Genezini (PTB) na última semana. A parlamentar pede a implantação de itinerários no Jardim Paineiras, Nova Palmares, Vida Nova I e III.

Os pedidos para disponibilização de novos veículos buscam suprir a demanda por transporte público nos bairros citados, e a implantação dessas novas linhas não alteraria o itinerário dos ônibus convencionais que já circulam pela região. A ideia é de implantar integração de linhas pelo fato dos micro-ônibus trafegar com maior facilidade pelos bairros, devido seu tamanho reduzido.

“A região da Capela não para de crescer e o transporte público precisa acompanhar esse ritmo; a disponibilização dos micro-ônibus ofereceria melhor cobertura dos bairros citados, assim como diminuiria o tempo de trajeto fazendo a integração dos novos veículos com os circulares, do bairro até a rodoviária, partindo dela os ônibus comuns de 44 lugares, com isso estaríamos atendendo todos os bairros da região, melhorando o fluxo dos coletivos”, explicou Ana Genezini.

Nova linha para o Distrito Industrial

Além dos pedidos para a Capela, Ana Genezini também solicita à Prefeitura estudos quanto à possibilidade de implantação de itinerário de ônibus para atender o Distrito Industrial, com circulação pelas principais ruas do bairro.

A vereadora ainda sugere que se aproveita a linha 207, que faz Vinhedo/Santo Antonio (Louveira), para atender o Distrito Industrial. Tal linha atende em poucos horários, tendo tempo disponível para inclusão de novos trajetos.

“A implantação de uma nova linha no Distrito Industrial é um pedido dos trabalhadores das indústrias locais, assim como dos estudantes pertencentes ao programa ‘Jovem Aprendiz’, que dependem do transporte público para realizar seu aprendizado, outras indicações nesse sentido serão formuladas para atender outros bairros, assim como outras sugestões trazidas por usuários de transporte coletivo e serão apresentados posteriormente”, enfatizou a parlamentar.

Reunião Setrandes

No dia 21 de maio, a vereadora Ana Genezini já havia participado de uma reunião na Secretaria de Transportes e Defesa Social, na qual também estiveram presentes o chefe de fiscalização da EMTU, um representante da empresa Rápido Luxo e dois moradores vinhedenses que representavam os usuários do transporte público urbano municipal.

No encontro, organizado pela parlamentar, foi discutido a situação do transporte público vinhedense, tanto metropolitano quanto interurbano, com destaque para questões sobre a qualidade do serviço prestado pela empresa concessionária.

Dentre os diferentes problemas levantados, a troca dos micro-ônibus que atendem as linhas 724, 725 e 727 foi cobrada, assim como foi feito o pedido para disponibilização de mais veículos nos horários de pico, mais veículos adaptados para deficientes físicos, reforma dos terminais rodoviários de Vinhedo e mudança no trajeto das linhas que atendem os bairros da Capela.

Um dos moradores ainda sugeriu à parlamentar que seja feita uma espécie de integração entre a linha que faz o trajeto Terminal da Capela até a Rodoviária, com as linhas 724 (Vinhedo/Unicamp), 725 (Vinhedo/Campinas) e 727 (Vinhedo/Shopping D. Pedro). Essa integração possibilitaria ao usuário o pagamento de uma única passagem para uso dos dois serviços, uma vez que tais linhas não atendem diretamente os moradores da região da Capela.

Ana Genezini reitera pedido na área de Saúde, Transporte Público e Acessibilidade na última Sessão do Semestre



Na última terça-feira, 26, a vereadora e 1ª secretária Ana Genezini (PTB) reiterou algumas propostas do início deste mandato e apresentou um conjunto de indicações ao Poder Executivo, com o objetivo de melhorar a vida dos munícipes.


Entre as reiterações apresentadas está a minuta de projeto de lei que dispõe sobre a concessão de vale alimentação para pessoas de baixa renda que necessitem fazer exames ou tratamentos médicos fora do município.

Conforme justificou a vereadora, são muitos os procedimentos médicos realizados em outros municípios por pacientes de Vinhedo. Destes, muitos chegam a ficar o dia todo fora da cidade, por isso a necessidade de conceder vale alimentação para estas pessoas de baixa renda.

Além desta reiteração, Ana Genezini apresentou o pedido à prefeitura para implantação de quadras públicas de tênis no município, ou então, a construção de uma academia pública em Vinhedo. Tal indicação se faz necessária em virtude de popularizar o esporte e favorecer a população com mais uma opção de prática esportiva. “São muitas as pessoas interessadas neste esporte, mas faltam locais públicos para sua realização”, salientou a vereadora.

Na questão do transporte público e melhorias no sistema viário, a 1ª secretária voltou a solicitar a colocação de ponto de ônibus com cobertura na Rua Lúcia Cosmo Vargas, bairro Colinas de San Diego e a implantação de calçadas em toda a extensão da rua.

Para a região da Capela, Ana Genezini pede a instalação de semáforo para pedestre na Avenida Nossa Senhora de Lourdes, em frente a E.M. Maria do Carmo Ricci Von Zuben – Capela, a exemplo do instalado na região do Portal, possibilitando assim, uma travessia mais segura aos pedestres e alunos. “Tenho certeza que a Prefeitura está estudando minhas propostas e em breve deverá implementá-las, assim como já fez com outras reivindicações da população”, concluiu a vereadora.

22.6.12

Ana Genezini acompanha instalação de rede de esgoto em viela do Jardim Miriam e Rua Hermínia Hormenezes Ferrari



Após uma série de solicitações da vereadora Ana Genezini (PTB), finalmente a viela situada entre a Rua Ayrton Senna da Silva e um novo loteamento, no Jardim Miriam, começa a receber tubulação de esgoto para atender as casas próximas.

A parlamentar visitou a viela nessa segunda-feira, 18, enquanto parte do solo era escavada e um dos três poços de verificação era erguido. Esses poços são instalados a cada 50 m para que facilite o desentupimento da rede quando necessário. Ao todo, 150 m de tubulação estão sendo instaladas na viela para receber o esgoto de parte das casas da Rua Ayrton Senna da Silva.

“Essa melhoria, há muito reivindicada pela população, faz parte do planejamento de modernização da infraestrutura do bairro, a região tem crescido e a estrutura oferecida aos moradores precisa acompanhar esse desenvolvimento”, enfatizou Ana Genezini.

A Rua Hermínia Hormenezes Ferrari, antiga estrada de servidão localizada no bairro também recebeu a implantação de rede de esgoto; ao todo 413 m de tubulação foram instaladas para atender os moradores do local. Ana Genezini também acompanhou junto a SANEBAVI a execução e a conclusão dos serviços, uma vez que desde 2009 quando iniciou-se a gestão do Superintendente da Sanebavi – Odair Fernando Seraphim – o Canjica, a vereadora intermediou pedido solicitando a melhoria. “Nossos agradecimentos ao Canjica e a toda equipe da SANEBAVI sempre prontos a atender nossos pedidos e consequentemente a população que nos procura.”

Outras melhorias para o Jd. Miriam

Além desse trabalho, a vereadora já apresentou outras indicações por melhorias no bairro, como o pedido para instalação de um semáforo no cruzamento entre as Ruas Felisbina Corazzari Matheus, Otávio Tasca, Theodoro Sebastião Pisoni e Angelo Pozzuto e a solicitação para a construção de uma sede do Clube das Mães.

Essa segunda indicação foi apresentada pela 1ª vez em 2010, e na época teve boa aceitação por parte do poder executivo. O prefeito Milton Serafim chegou a se reunir com a vereadora e com integrantes do grupo das mães levantando possibilidades de concretização do pedido. A sede no Jd. Miriam seria um espaço específico para que toda comunidade possa usufruir com realização de diversas atividades, incluindo um espaço próprio para o Clube das Mães possa realizar seus trabalhos.

15.6.12

Ana Genezini conhece novo consultório oftalmológico da Policlínica, fruto da sua indicação



Na semana passada, a vereadora Ana Genezini (PTB) visitou a Policlínica da Capela para conhecer o novo consultório oftalmológico da casa. Acompanhada da secretária de Saúde Nádia Capovilla e da diretora da Pasta Regina Ligo, a parlamentar conheceu as novas instalações e equipamentos que já estão à disposição da população.

A instalação de uma sala oftalmológica na Policlínica possibilitou a desativação de consultório semelhante na UBS da Vila Planalto, disponibilizando espaço para implantação de novos tipos de atendimento. O atendimento oftalmológico era a única especialidade médica que faltava na Policlínica.

A população poderá realizar consultas oftalmológicas das 7h00 às 20h00 de segunda à sexta-feira, com dois oftalmologistas à disposição só na Policlínica. Além do consultório na Capela, os vinhedenses também podem realizar esse tipo de consulta no CIS São Matheus, onde funciona o Centro Oftalmológico do município.

“A disponibilização dessa especialidade médica na Capela era mais do que urgente, os moradores precisavam se deslocar até o São Matheus ou à Vila Planalto, o que era um transtorno para todos”, relembrou Ana Genezini.

Capacitação e humanização do atendimento

Ainda durante a visita de Ana Genezini, médicos, enfermeiros e funcionários do CASM se reuniam para levantar problemas e discutir melhorias no atendimento da unidade. Tal reunião faz parte de um programa da secretaria de Saúde que visa capacitar e humanizar o atendimento em todas as unidades de saúde do município.

Todas as unidades promoveram reuniões para levantar os problemas e consequentes soluções junto aos funcionários, assim como debater os métodos de trabalho de cada categoria e as maneiras de melhorar a relação entre os funcionários, proporcionando ações harmonizadas. Outras reuniões ainda serão realizadas em cada unidade para avaliar os resultados obtidos após as primeiras conversas.

Outra solicitação feita pela vereadora Ana Genezini à secretária de Saúde Nádia Capovilla foi sobre a implantação de uma farmácia municipal que funcione durante 24 horas para dar atendimento haja vista que a população atualmente não encontra mais este tipo de serviço na cidade.

“A administração do prefeito Milton Serafim e o trabalho realizado pela secretária Nádia Capovilla se destacam pela sensibilidade com relação às necessidades de nossa população; como vereadora, busco sempre apresentar ao executivo o que a população procura e espera da administração pública, e todas as vezes minhas solicitações são bem recebidas pela secretaria de Saúde e pelo Prefeito, que conhecem muito bem os anseios dos vinhedenses”, finalizou Ana Genezini.

Legislativo estuda assumir iniciativa do Ficha Limpa



O presidente da Câmara de Vinhedo, Adriano Corazzari (PSB), anunciou na manhã desta quinta-feira, 14, que está em estudo pela Câmara assumir a autoria do projeto Ficha Limpa Municipal, respeitando a maioria dos dispositivos contidos na projeto de iniciativa popular.

Esta foi a forma encontrada pelos vereadores para viabilizar a proposta que foi considerada pelos dois maiores institutos de apoio ao órgão público do país – IBAM e CEPAM - inconstitucional pelo vício da iniciativa.

Participaram da reunião além do presidente, os vereadores Ana Genezini (PTB), Cidinho Fróis (PSD), Márcio Melle (PSB), Carlinhos Paffaro (PR) e Donizete Lopes (PTB). A vereadora Marta Leão (PSD) que representa a comissão organizadora do evento não chegou a tempo para as tratativas.

Seguindo a sugestão de Cidinho Fróis, os vereadores devem estudar até semana que vem a proposta original e propor uma alternativa para que o projeto seja viabilizado. De acordo com os estudos preliminares, apenas o trecho que trata das organizações não governamentais deverá ser vetado, pois não se trata de competência do poder público. “Estamos chegando a um consenso sobre o projeto, assegurando desta forma a soberania popular. Estaremos estudando a proposta do vereador Cidinho e fechando este assunto o mais rápido possível”, afirmou Adriano Corazzari.

Entenda o caso

Em 15 de junho de 2011 a Executiva Municipal do PSOL se reúne e lança nota pública convidando a população para apresentação e lançamento de uma Campanha pela aprovação de um projeto de lei de iniciativa popular para instituir o Ficha Limpa Municipal em Vinhedo.

Reuniões do movimento prosseguem angariando cada vez mais adeptos, entre eles o apoio de mais de 20 instituições.

Em 6 de julho de 2011 prefeito protocola projeto de lei na Câmara com teor semelhante. Dois dias depois, em sessão extraordinária, vereadores aprovam projeto de lei, de autoria do Executivo, instituindo a Lei Municipal nº 3.430 de 2011 para impedir a nomeação de servidores com condenação judicial por órgão colegiado ou em decisão transitada julgada para ocupar cargos públicos comissionados.

Apesar de o projeto ser aprovado com unanimidade, ele não agradou aos integrantes do movimento que julgaram que o documento proposto por iniciativa popular “estaria mais completo" que o já aprovado, já que há tipificação dos crimes, entre outras diferenças.

Com isso, a comissão organizadora do Ficha Limpa deu prosseguimento a campanha que culminou com a apresentação do projeto de iniciativa popular com 3,5 mil assinaturas, protocolado na Câmara em setembro de 2011.

Todas as assinaturas constantes no projeto foram digitadas pela câmara para que o projeto pudesse seguir para o Cartório Eleitoral, a fim de que fosse validada as assinaturas dos eleitores e respectivos títulos, comprovando assim, a autenticidade dos nomes inscritos.

Em março de 2012, a Câmara recebeu a confirmação do cartório de que das 3.500 assinaturas coletadas, 2.663 foram certificadas pelo Cartório Eleitoral, sendo 22% delas oriundas de outro domicílio eleitoral ou de eleitores que não foram encontrados.

Diante destas informações a Assessoria Jurídica da Câmara fez o pedido de parecer ao CEPAM e IBAM que atestaram no último mês a inconstitucionalidade da proposta, parecer este que foi acompanhado pela assessoria jurídica da Câmara.

O Ficha Limpa Municipal não vale para os políticos da cidade, somente para cargos de confiança como secretários, assessores e diretores, já que há uma legislação federal específica para políticos sobre o tema.

11.6.12

Ana Genezini sugere implantação de corais em toda Rede Municipal de Ensino



Na última semana, a vereadora e 1ª secretária da mesa diretiva da Câmara, Ana Genezini (PTB), apresentou ao Executivo uma indicação sugerindo a implantação de corais em todas as escolas públicas municipais.

O objetivo, segundo a parlamentar, é fazer com que as crianças desenvolvam uma relação mais positiva com o ambiente de estudo, revelando talentos, dons e interesses. “Considerando que a Secretaria de Educação lançou recentemente um projeto de dança nas escolas, esta sugestão viria complementar o trabalho que já está sendo realizado, visando sempre à formação de nossos jovens”, explicou Ana Genezini.

Como exemplo a vereadora citou o bem sucedido “Francoral”, coral formado por alunos da Escola Municipal André Franco Montoro, que inclusive já foi objeto de aplausos na Câmara Municipal. “Temos ótimos exemplos na cidade o Nota na Goela das Oficinas Culturais e o Francoral que a cada dia recebe mais adeptos. Precisamos estender boas iniciativas para outras escolas”, sugeriu.

Programa de Obesidade

Pela terceira vez desde 2009, a vereadora Ana Genezini reiterou a importância da realização do “Programa Municipal de Prevenção e Controle da Obesidade em Crianças e Adolescentes em Vinhedo”. O objetivo do programa, segundo a vereadora, é a “promoção de ações e serviços destinados a prevenir e controlar a ocorrência de sobrecarga ponderal em crianças e adolescentes entre 12 e 18 anos”.

Entre as atividades propostas na minuta estão ações educativas sobre as causas e consequências da obesidade; realização de exame biométrico; reorganização no cardápio das refeições a serem servidas às crianças e adolescentes - elaborado por nutricionista em conjunto com o Conselho Municipal de Alimentação Escolar; fomento à prática de exercícios físicos adequados a cada faixa etária; matérias sobre a importância da alimentação equilibrada; entre outras que tenham o objetivo de alertar sobre o problema.

O programa também traz em seu conjunto de ações a premissa de atendimento clínico multiprofissional em vigilância nutricional individualizado às crianças ou adolescentes com sobrepeso ponderal; realização de avaliação antropométrica e nutricional capaz de auxiliar o diagnóstico e elaboração de exercícios físicos destinados às crianças e adolescentes através da Secretaria de Esportes.

Nos cardápios de restaurantes, lanchonetes, "fast-foods" e outros estabelecimentos instalados no município o projeto também estipula a obrigatoriedade de trazer informações sobre a quantidade média de calorias de cada porção servida.

De acordo com a justificativa do projeto, “a obesidade infantil, que já é considerada um caso de calamidade nos Estados Unidos, está se tornando um problema igualmente grave e preocupante para a classe médica brasileira. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem), 15% das crianças e adolescentes do país estão acima do peso ideal, constatação inquietante para os profissionais de saúde”.

Mesmo com pareceres de inconstitucionalidade, Câmara tentará viabilizar Ficha Limpa



O presidente da Câmara de Vinhedo, Adriano Corazzari (PSB), convocou na manhã desta quarta-feira, 6, reunião entre os vereadores para anunciar o recebimento dos pareceres dos dois maiores centros de pesquisa em administração pública do país, Cepam e IBAM, sobre o projeto de lei de inciativa popular denominado Ficha Limpa que tramita na Câmara desde setembro do ano passado.

A conclusão em ambos os pareces é sobre a inconstitucionalidade do mesmo, sendo justificada pelo vício de propositura, pois trata de atribuições do prefeito quanto à nomeação de cargos em comissão e funções gratificadas, não podendo ser feita, portanto, por meio de iniciativa popular.

Segundo o documento emitido pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal, o projeto deve ser rejeitado pela Câmara Municipal por causa da sua inconstitucionalidade. “Concluímos que o Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município resta eivado de insanável vício formal de inconstitucionalidade, haja vista a impossibilidade deste tipo de propositura possuir iniciativa popular, bem como que a matéria por este tratada deve ser disposta através de lei ordinária, de iniciativa do prefeito, em âmbito do Poder Executivo, e por Resolução, na seara do Poder Legislativo”.

Da mesma maneira que o parecer dado pelo Centro de Estudos e Pesquisas de Administração Municipal, (CEPAM), deixa claro que a proposta não deve prosperar. “O fato de ter sido de iniciativa popular em nada altera a conclusão apresentada, uma vez que estamos diante de uma matéria que é de iniciativa privativa do titular de um Poder, no caso, o Prefeito, que deve ser respeitada em qualquer circunstância, mesmo quando nos deparamos com proposta ou projeto sobre o qual a população tenha dado início. A iniciativa popular é cabível quando se trata – assim como é para a Edilidade – de temas de iniciativa concorrente, o que não ocorre, repita-se, no presente caso”.

Diante destes pareceres, combinado com o da Secretaria Jurídica da Casa que os acompanha, Adriano Corazzari sugeriu duas propostas de emendas à lei orgânica do município, nos moldes adotados pela Câmara de Deputados, conforme proposta de emenda que está tramitando no Congresso, a fim de que seja avançado o processo de implantação do Ficha Limpa em Vinhedo. “O Regimento Interno da Câmara, em seu Art. 127 que trata da inadmissibilidade, é claro ao afirmar que o Presidente da Câmara não pode admitir proposições manifestamente inconstitucionais, então teremos que achar uma alternativa”, explicou Adriano Corazzari.

Ficha Limpa Municipal

Em julho de 2011, em sessão extraordinária, os vereadores aprovaram projeto de lei, de autoria do Executivo, instituindo a Lei Municipal nº 3.430 de 2011, para impedir a nomeação de servidores com condenação judicial por órgão colegiado ou em decisão transitada julgada para ocupar cargos públicos comissionados.
Apesar de o projeto ser aprovado com unanimidade, ele não agradou aos integrantes do movimento que julgaram que o documento proposto por iniciativa popular “estaria mais completo" que o já aprovado.
Com isso, grupo de pessoas iniciou uma campanha que culminou com a apresentação de projeto, inicialmente com 3,5 mil assinaturas, sobre o mesmo tema e o apresentaram na Câmara em setembro de 2011.
Todas as assinaturas constantes no projeto foram digitadas pela câmara para que o projeto pudesse seguir para o Cartório Eleitoral, a fim de que fosse validada as assinaturas dos eleitores e respectivos títulos, comprovando assim, a autenticidade dos nomes inscritos. Em março, a Câmara recebeu a confirmação do cartório de que das, 3.500 assinaturas coletadas, 2.663 foram certificadas pelo Cartório Eleitoral, sendo 22% delas oriundas de outro domicílio eleitoral ou de eleitores que não foram encontrados.
Diante destas informações a Assessoria Jurídica da Câmara fez o pedido de parecer a estes dois órgãos que atestaram no último mês a inconstitucionalidade da proposta.
Vale lembrar que o Ficha Limpa Municipal não vale para os políticos da cidade, somente para cargos de confiança como secretários, assessores e diretores, já que há uma legislação federal específica para políticos sobre o tema.

Ana Genezini questiona diretoria dos Correios sobre atraso nas correspondências



Devido a grande quantidade de reclamações que chegaram até a Câmara no último mês sobre atrasos nas entregas de cartas e correspondências via Correios, a vereadora Ana Genezini (PTB) encaminhou novo ofício a Diretoria Regional do órgão para apurar as causas do problema.

Em dezembro de 2011 a parlamentar já havia questionado a gerência regional sobre a morosidade nas entregas e, na ocasião, foi informada que se tratava de um problema momentâneo por causa da falta de mão de obra para a função, mas que estaria sendo solucionado em 15 dias com a realização de concurso público.

No entanto, seis meses depois, o problema ainda permanece com pelo menos sete reclamações de usuários em seu gabinete somente no último mês. Entre os relatos dos moradores consta o atraso em até dois meses na entrega de correspondências simples e o não recebimento de cartas. “Nós sabemos que os funcionários dos correios de Vinhedo trabalham muito bem, no entanto, a estrutura é muito reduzida e não atende o número de munícipes da cidade. É necessária a contratação de pessoal e designação de recursos humanos para agência Vinhedo, visando sanar tais deficiências. Os munícipes não podem ser prejudicados”, explicou Ana Genezini no ofício encaminhado a Joseph de Faro Valença, Diretor Regional da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

Entrega domiciliária de correspondências

Desde o início do seu mandato a vereadora Ana Genezini tem intermediado solicitações de munícipes que residem em locais em que a entrega de correspondências ainda não é feita. Entre os locais que agora passaram a receber as correspondências depois do pedido da parlamentar estão os bairros Nova Aliança, Bairro do Bosque, Recanto Florido, entre outros.

Viela do Vida Nova I recebe canalização de água pluvial e concretagem após pedidos de Ana Genezini



Depois de muitos dias de trabalho, finalmente as obras de canalização e concretagem da viela situada entre as Ruas Antonio Frassi e Aldo José Biancalana, no bairro Vida Nova I, chegaram ao fim. A viela, que fica entre as casas das duas ruas, desde muito tempo, era motivo de tirar o sono de alguns moradores, o acúmulo de água pluvial devido à falta de escoamento no local, causava inúmeros transtornos desde alagamentos até outros tipos de prejuízos às residências.

Principal intermediadora para realização dos trabalhos, a vereadora Ana Genezini (PTB) acompanhou todas as etapas das obras, desde as vistorias do engenheiro Denilson responsável pela supervisão da obra, a primeira visita do secretário e do diretor de Serviços, respectivamente Arthur Biancalana e Paulo Marciano, até as quebras de pisos e preparação do solo para consequente canalização e concretagem da viela. Dona Elisandra Donizete da Silva Imbrunito, uma das moradas beneficiadas com a melhoria fez questão de ressaltar a importância do trabalho realizado, “agradeço a todos os envolvidos, como a vereadora Ana Genezini, o prefeito Milton Serafim e os funcionários da secretaria de Serviços, por terem olhado pelo nosso povo e realizado essa benfeitoria que é esperada há muitos anos por todo o bairro”.

A viela recebeu concretagem e tubulação para escoamento de águas pluviais com a devida ligação entra as casas até despejo final na Rua Antonio Frassi, desse modo, não há a possibilidade de alagamentos. “O problema de alagamento, infiltrações, dentre outros que algumas residências dessa viela enfrentavam era bem antigo e há tempos buscávamos uma solução, graças a sensibilidade e boa vontade do prefeito Milton Serafim e o esforço conjunto das secretarias de Obras e de Serviços Municipais foi possível sanar definitivamente o problema e a tranquilidade dos moradores encontra-se garantida” reforçou Ana Genezini.

1.6.12

Vereadores participam de Prestação de Contas da Secretaria de Saúde



Na manhã desta quinta-feira, 31, a Câmara de Vinhedo sediou mais uma Audiência Pública da Saúde, desta vez, para debater a prestação de contas e produção da rede referente ao 1º Quadrimestre de 2012. Mais de quarenta pessoas acompanharam a apresentação, entre representantes do Conselho Municipal, integrantes da Santa Casa e demais público presente.

Participaram das explanações o presidente da Câmara Adriano Corazzari (PSB), os membros da Comissão de Saúde do Legislativo: Márcio Melle (PSB), Cidinho Fróis (PSD) e Rubens Nunes (PR), além dos vereadores Ana Genezini (PTB), Júnior Vendemiatti (PPS) e Donizete Lopes (PTB).

Na ocasião a secretária de Saúde Nádia Capovilla, acompanhada da diretora Regina Ligo e equipe, apresentaram um relatório preciso e transparente sobre a produção da rede assistencial neste período, destacando as demandas de cada unidade de saúde, tempo de espera médio por especialidade, novos programas, entre outras especificidades da pasta em mais de duas horas de audiência.

Entre os dados apresentados, ressalta-se o número de atendimentos médicos realizados nos primeiros quatro meses do ano: 84.702; o número de procedimentos realizados no Pronto-Socorro e Ambulatório da Santa Casa, aproximadamente 11,5 mil; o número de exames laboratoriais 104 mil e o número de receitas médicas atendidas: cerca de 75 mil.

Além desses números chamou atenção dos vereadores o número de usuários cadastrados pelo Cartão Saúde de Vinhedo que ultrapassam 76 mil, sendo que a população do município é de cerca de 63 mil habitantes. “A demanda cresceu muito do ano passado pra cá e só vamos conhecer exatamente o número de usuários cadastrados no município, que fazem uso dos serviços de saúde, após a finalização do cadastramento. Mas já inicialmente sabemos que é superior ao número divulgado pelo IBGE”, esclareceu a secretária.

Em número de funcionários a rede municipal de saúde conta com 507 profissionais que representam a maior despesa fixa, cerca de R$ 10 milhões. Totalizando as despesas com folha de pagamento, obras, programas e serviços o valor gasto até o momento foi de R$ 19.950.746,88, ou seja, 35% do orçamento previsto para 2012 que foi estimado em R$ 56.622.700,00. Este valor representa 20,05% do Orçamento Municipal, 5% a mais que o mínimo exigido por lei.

De acordo com a secretária, no entanto, o percentual de investimento executado em Saúde deve ser maior que este, devendo chegar entre 23 a 25% até o final do ano, sendo que quase sua totalidade, 90,88%, refere-se a valores executados com o tesouro municipal.


UPA e Santa Casa

Os vereadores questionaram ainda a secretária sobre a finalidade da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas que deverá ser entregue nos próximos dias, bem como, sua relação direta com a Santa Casa.

Esse debate, segundo Nádia, foi muito estudado pela secretaria antecipadamente para que as ocorrências em urgência e emergência não sofressem um acréscimo acelerado, já que muitos pacientes deixariam de ir às unidades básicas de saúde para fazer o preventivo e o diagnóstico. No entanto, eles chegaram à conclusão de que a UPA deve assumir o papel do Pronto-Socorro Municipal, tanto que ela está sendo preparada para isso.

O PS da Santa Casa por sua vez, se tornaria um Pronto-Socorro de referência, sendo mais utilizado para UTI e Cirurgias. “Todo serviço de resgate municipal levaria o paciente até a UPA, lá o paciente é estabilizado e aí sim encaminhado até a Santa Casa se necessário, no caso de uma cirurgia ou Unidade de Terapia Intensiva. Desta forma, desafogamos a demanda do hospital. Este é um custo a mais que o município está arcando, que custará cerca de R$ 500 mil ao mês”.

No final da explanação todos os vereadores que acompanharam a audiência elogiaram o detalhamento das despesas e o trabalho que vem sendo desempenhado por ela em prol da saúde do município. “Gostaríamos que este modelo de explanação fosse seguido pela Santa Casa de Vinhedo para que pudéssemos entender qual é o custo do hospital, ou quanto custa um paciente SUS ao município. Só assim poderemos ajuda-la”, reforçaram.

Municipalização da Casa da Agricultura é tema de discussão na Secretaria do Estado



Na tarde dessa quinta-feira, 30, a vereadora Ana Genezini (PTB) e o secretário municipal de Indústria, Comércio e Agricultura, Milton Pinhata, visitaram a secretaria estadual de Agricultura e Abastecimento para obter informações sobre as possibilidades de municipalização da Casa da Agricultura sediada na cidade. Eles foram recebidos pelo secretário adjunto de Agricultura, Alberto José Macedo Filho, que apresentou os requisitos para o estabelecimento de futuras parcerias do município com o Estado.

Na reunião, Milton Pinhata apresentou ao secretário adjunto as atuais condições da Casa da Agricultura sob a responsabilidade do Estado, localizada na Vila Planalto. O prédio atualmente está desativado, e precisa passar por uma série de reformas para poder voltar a atender os produtores rurais, para, a partir disso, a municipalidade poder firmar parcerias com a secretaria de Agricultura do Estado. O objetivo primário das autoridades vinhedenses é conseguir junto ao Estado um termo de concessão de uso da Casa da Agricultura, e tal pedido será encaminhado ainda nesses dias pela secretaria municipal e assinado pelo prefeito Milton Serafim. “Para firmar qualquer tipo de parceria com a secretaria estadual de Agricultura hoje, é preciso que haja uma Casa de Agricultura ativa no município, por isso, nosso objetivo inicial é obter a concessão, para trabalhar na reforma do prédio e reativa-lo”, esclareceu Milton Pinhata.

Ana Genezini e o secretário municipal ainda apresentaram um breve histórico da atual produção agrícola vinhedense, hoje o município conta com 19 famílias produtoras cadastradas e outras 10 que estão na fila para o registro. A produção vai muito além da uva, suco e vinho, atualmente o cultivo de hortaliças como alface e tomate e de outras frutas, como por exemplo, a goiaba, é comum no município. Uma prova disso é a parceria firmada entre a Prefeitura e os produtores para utilização das hortaliças produzidas na cidade na merenda escolar das unidades de ensino da rede municipal.

Junto ao pedido por concessão de uso da Casa da Agricultura, a municipalidade também encaminhará à secretaria estadual todo o levantamento da produção agrícola vinhedense, desde a variedade de produtos e sua quantidade, até o número de famílias produtoras e áreas utilizadas para o cultivo. Esse levantamento é fundamental para que o Estado conheça a capacidade produtora de Vinhedo e com isso possa mandar recursos para manutenção e ampliação do setor. De acordo com o secretário adjunto Alberto José Macedo Filho, “está no plano de governo do Estado estabelecer parcerias com os municípios para que cada administração local ajude no incentivo a produção agrícola interna, os produtos podem ser utilizados para confecção de merendas em escolas estaduais e até de penitenciárias”.

Com a apresentação do plano municipal para desenvolvimento da agricultura local, e com a concessão da Casa da Agricultura, o próximo passo realizado pela administração pública seria incluir o município no SEIAA – Sistema Estadual Integrado de Agricultura e Abastecimento - , programa que oferece assistência técnica e assessoria aos produtores municipais desde a preparação do solo até a venda a mercados ou ao consumidor final.

“O primeiro passo para a modernização e ampliação da agricultura vinhedense foi dado, agora esperamos que, com os ofícios devidamente encaminhados à secretaria do Estado, o município possa ter autonomia para incentivar a produção agrícola; esse é um trabalho imediato, que esperamos ter respostas o mais breve possível”, destacou Ana Genezini.









25.5.12

Ana Genezini reitera conjunto de pedidos para melhorias em vários bairros



Nas últimas sessões, Ana Genezini (PTB) reiterou uma série de indicações voltadas para melhorias urbanas em três bairros do município, são eles a Vila Junqueira, Vila Cascais e Jardim Florido.

Para a Vila Junqueira a vereadora propõe a urbanização de área municipal situada entre as Ruas Goiás, Florianópolis, Blumenau e Maranhão, para que o local possa ser aproveitado pela população como área de lazer. A intenção da vereadora é que se instalem bancos, iluminação e que seja feito o plantio de árvores e ajardinamento. “Atualmente o terreno não tem utilidade para a população nem para a municipalidade, portanto, a transformação do local em praça seria benéfica para todos, para os moradores que passarão a ter uma área de lazer próxima, e para a administração pública”, afirmou Genezini.

Para a Vila Cascais os pedidos são específicos para a Rua João Ferracini e para a Estrada Vinhedo/Louveira. Para o primeiro logradouro, Ana Genezini solicita a pintura de solo nos acessos da via à Estrada Vinhedo/Louveira, com sinalização de “pare”, e ainda a instalação de iluminação pública em toda via assim como a complementação asfáltica nos trechos faltantes. Para a Estrada, por sua vez, o pedido é por reformas no acostamento, pois o asfalto está se esfarelando, e também a implantação de uma rotatória na via na altura do acesso à Rua João Ferracini.

Por fim, o Jardim Florido foi lembrado pela parlamentar para que seja feito o recapeamento asfáltico das Ruas Orquídea, Alecrim, Begônia, Cravo, Manacá, Camélia e Ingá, pedido antigo de Ana Genezini que vem sendo reiterado ao longo dos mandatos.











Construção de creche para região do bairro Pinheirinho é solicitada por Ana Genezini



Dois novos pedidos para a área da educação foram apresentadas pela vereadora Ana Genezini (PTB) na última semana, durante a sessão ordinária. A parlamentar solicita ao poder executivo a construção de uma creche que atenda às necessidades dos bairros do Pinheirinho, Vila Cascais, San Diego, Vila Renascer, Vila Galo, Paiol Velho e Residencial Flora.

A necessidade de uma creche que comporte a demanda dos bairros citados já é alertada pelos moradores desde o início da atual legislatura, e por conta disso, Ana Genezini reiterou essa indicação na 143ª Sessão Ordinária. “A atual administração tem trabalhado com muito empenho para buscar sanar o défict de vagas nas creches municipais, porém, esses bairros em especial, não possuem uma unidade de ensino infantil capaz de atender a demanda dos moradores”, justificou a vereadora.

Para a E.M. Antonia do Canto e Silva, o pedido de Ana Genezini é para a instalação de uma quadra coberta na unidade. Atualmente os alunos recebem as aulas de educação física em espaço a céu aberto, ficando exposto ao sol ou mesmo sem aula nos dias em que chove. Além desse problema, a parlamentar ainda destaca que o pátio utilizado nos intervalos tem cobertura apenas em uma pequena área, o que faz com que os estudantes fiquem aglomerados sob a cobertura em tempos de chuva. “Assim como foi realizado em outras unidades escolares, a escola Antonia do Canto precisa dessa melhoria para favorecer e estimular a prática esportiva entre seus alunos”, reforçou.









18.5.12

Projeto “Aluno Monitor” é indicado por Ana Genezini



A vereadora Ana Genezini (PTB), apresentou indicação durante a 142ª Sessão Ordinária propondo a criação e implantação do projeto de inclusão digital, “Aluno Monitor”, a ser realizado nas escolas municipais promovendo a inclusão digital e a capacitação em áreas tecnológicas.

A indicação foi apresentada baseada em um trabalho que já é realizado na cidade de Campo Limpo Paulista, e que foi apresentado ao prefeito Milton Serafim pela própria vereadora Genezini, ainda em 2009, no primeiro ano da atual legislatura. Em Campo Limpo Paulista, o projeto “Aluno Monitor” é realizado com o respaldo da Microsoft e tem o objetivo de capacitar os interessados nos cursos de informática com certificação profissional em diversas áreas de tecnologia cuja formação se dá nos Centros de Informação, ou ainda promover a inclusão digital de alunos do Ensino Fundamental, onde o aluno faz sua aula através de notebook. Em Vinhedo, a sugestão é para que o projeto siga os mesmos moldes da cidade vizinha, adaptando-se a realidade de nossas escolas.

Os alunos em sala e durante o período de aula utilizariam notebooks individuais para o aprendizado, ou mesmo ipad ou equipamentos semelhantes, para se acostumarem com tecnologia avançada, o aprendizado das matérias acontecem através do computador, diminuindo inclusive a utilização de cadernos, acompanhado das lousas digitais. “Esse programa de aprendizado contribuirá para o desenvolvimento industrial do município e desenvolvimento intelectual de nossa população, a cidade não precisará mais captar mão de obra externa para atuar no polo industrial e a maioria dos alunos formados conseguirão emprego na área tecnológica de forma rápida com domínio tecnológico e conhecimento aprofundado”, declarou Ana Genezini.





Mesa diretiva apresenta proposta para regulamentação da propaganda sonora em Vinhedo



Uma minuta de projeto de lei que visa criar regras para a publicidade sonora e volante em Vinhedo de autoria dos vereadores que compõe a mesa diretiva da Câmara - Adriano Corazzari (PSB), Ana Genezini (PTB) e Rubens Nunes (PR) - foi proposta na última sessão, realizada na terça-feira, 15, em forma de indicação.

O objetivo dos vereadores é adequar este tipo de serviço às normas vigentes, criando inclusive, punições aqueles que infringirem as novas regras, que vão desde os locais permitidos para a prática, até mesmo o volume máximo permitido.

“Muitas reclamações têm chegado ao nosso conhecimento sobre excessos causados pelos proprietários de carros de som. Esperamos que o Executivo envie à Câmara um projeto, baseado nesta proposta, para podermos regulamentar esta questão e se for o caso, punir aqueles que vierem a descumpri-la”, explicaram os vereadores.

De acordo com a proposta encaminhada ao Executivo, a propaganda sonora volante só será permitida das 9h às 17h, desde que respeitados os níveis máximos de som, conforme a área de atuação, sendo: 55 decibéis para residências urbanas, 65 decibéis para o eixo central e 70 decibéis para locais de indústria ou praças.

A minuta também proíbe atividades de propaganda sonora volante em frente aos prédios públicos, escolas, prontos-socorros, asilos, clínicas, igrejas, hospitais públicos ou privados, tendo que ser observada uma distância mínima de 100 metros.

Em caso de excesso dos níveis de decibéis, o infrator ficará sujeito à advertência por escrito para adequação do som de imediato, multa no valor de 10 e 20 UFM/V (Unidade Fiscal do Município de Vinhedo) e por fim, cassação do alvará autorizativo. “Sabemos da importância dessa atividade para o comércio local, no entanto, há que ter regras para que essa propaganda não surta efeito contrário. A poluição sonora é um dos males da sociedade moderna e precisamos combatê-la com regras claras e fazendo uso do bom-senso”, reiteraram Adriano Corazzari, Ana Genezini e Rubens Nunes.



11.5.12

Ana Genezini reitera pedidos por construção de calçadas e recapeamento asfáltico



Durante a 141º Sessão Ordinária, a vereadora Ana Genezini (PTB) relembrou seus pedidos por construção de calçadas e recapeamento asfáltico em diferentes ruas do município. As solicitações já haviam sido encaminhadas ao poder executivo através de ofícios ou indicações.

A parlamentar solicita a construção de calçadas em todo entorno da área verde localizada entre a Rua Zumbi dos Palmares e Rua Anísio Pereira, no Jardim Nova Palmares; na Rua Antonio Bucci, no bairro Vida Nova I; na Rua João Edueta, bairro da Capela, no trecho localizado entre a CDHU e a Choperia Germânia, e na Rua Nicolau Von Zuben, no mesmo bairro; e, por fim, Rua Quinze de Novembro esquina com Rua Alagoas e Av. Independência esquina com Rua Maceió, na Nova Vinhedo.

O recapeamento asfáltico, por sua vez, foi solicitado pela vereadora também para a Rua João Edueta, na Capela, no mesmo trecho em que foi requerido a construção de calçadas. Os bairros do Jardim Eldorado e Vila Savian também foram lembrados por Ana Genezini. “As inúmeras operações ‘tapa buracos’ realizadas nesses bairros já não são suficientes, chegou a hora de se estudar a possibilidade de refazer toda malha asfáltica desses lugares, em alguns ruas fica impressão de que o asfalto está esfarelando”, afirmou.



Piscina Jardim Bela Vista

Uma nova indicação apresentada pela parlamentar na 141º Sessão foi o pedido para implantação de uma área coberta para a piscina pública do Jardim Bela Vista. De acordo com Ana Genezini, a ideia é que seja feita uma cobertura nos moldes existentes no Centro Aquático da 3ª Idade, no São Matheus, e no CIC Eduardo Von Zuben.

“Os moradores do Jardim Bela Vista me solicitaram que intermediasse o pedido por essa melhoria junto ao Prefeito Milton Serafim, esse trabalho, se realizado, irá oferecer maior conforto aos usuários da piscina pública e proporcionará aulas no período noturno”, justificou Ana Genezini.