24.11.16

Ana Genezini solicita pavimentação de calçadas na Rua Antonio Von Zuben

Corte de árvores secas no cemitério também foi pedido pela parlamentar
Nessa semana a vereadora Ana Genezini (PMDB) apresentou a indicação nº 505/2016, que propõe à Prefeitura a pavimentação de calçada na Rua Antonio Von Zuben, no trecho que se estende da sede da Polícia Militar ao Velório Municipal.
Ainda no dia 11 de novembro a vereadora já havia feito a mesma solicitação por meio de ofício, encaminhado ao secretário de Obras, Eduardo Galasso, porém reforçou o pedido em forma de indicação para que a municipalidade possa tomar as providências o quanto antes.
No mesmo dia foi mandado ofício à Secretaria de Serviços Municipais solicitando a limpeza do local por conta do acúmulo de lixos.
O Ideal seria que todas as ruas tivessem calçadas completas, porém essa em especial precisa de concretagem urgentemente, uma vez que acumulam lixo no trecho citado na indicação, obstruindo completamente a passagem de pedestres”, explicou.
Retirada de árvores secas no cemitério

Outro pedido da parlamentar, esse encaminhado ao secretário de Serviços, Marcio “Balu”, é para retirada das inúmeras árvores secas existente no cemitério municipal. Muitas das árvores, já sem vida,  estão prestes a cair ou já deixaram cair galhos sobre os túmulos, causando danos.

18.11.16

Ana Genezini propõe reforma geral dos banheiros da Praça Sant’Ana

Troca de lâmpadas nos postes da Praça também foi solicitada
A vereadora Ana Genezini (PMDB) apresentou duas indicações na 163ª Sessão Ordinária, realizada nessa quarta-feira, 16, propondo melhorias infraestruturais na Praça Sant’Ana, localizada no Centro de Vinhedo.
A indicação nº 490/2016 solicita reforma geral dos banheiros públicos da área de lazer, como a troca de lâmpadas, instalação de espelhos, saboneteira, assento sanitário, porta nas cabines, porta papel higiênico, pintura das paredes, troca da caixa de descarga, troca dos azulejos das paredes e troca dos pisos.
Os banheiros da Praça estão praticamente inutilizáveis, algumas cabines sequer tem portas, o que é inadmissível, ainda mais se tratando de um local que recebe grande público diariamente. A Prefeitura precisa providenciar a reforma dos banheiros da Praça Sant’Ana urgentemente”, afirmou.

A segunda indicação, de nº 497/2016, pede a troca de todas as lâmpadas dos pontos de iluminação pública instalados na Praça. “A Praça Sant’Ana recebe público em qualquer hora do dia, e agora no fim do ano o movimento noturno aumentará, o que faz necessária a troca imediata das lâmpadas”.

11.11.16

RESUMO MÊS DE OUTUBRO/2016


Ana Genezini quer utilização de verba oriunda de repatriação de recurso para obras emergenciais

Uma das propostas da vereadora é utilizar parte dos recursos que virão no Residencial Arco-Íris e em trecho do Córrego Capela para conter deslizamentos de terra
Durante a 162ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 07, a vereadora Ana Genezini (PMDB) lembrou que já no segundo decêndio de novembro Vinhedo receberá verba da União oriunda do programa de regularização de ativos no exterior.
Instituído pela Lei Federal 13.254 de 2016, o programa permite que pessoas com ativos no exterior, de origem lícita, não declarados ou declarados com omissão ou incorreção essenciais possam declarar esses valores à Receita Federal para que sejam tributados em 15% à título de Imposto de Renda e que outros 15% do total também seja recolhidos como multa pela não declaração no tempo devido.
O programa conseguiu que fossem declarados R$ 169 bilhões, dos quais R$ 50,9 bilhões foram arrecadados. Desse total, apenas metade, ou seja, o montante arrecadado a título de IR, equivalente à R$ 24.581 bilhões, será repartido ao Fundo de Participação dos Estados (FPE) e ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
Vinhedo receberá R$ 2.051.190,59, e esse valor contribuirá para que o município realize trabalhos essenciais, dando uma aliviada na crise financeira”, enfatizou.

A vereadora tem como uma de suas propostas utilizar os recursos que virão em obras emergenciais no Residencial Arco-Íris e no Córrego Capela. “Precisamos realizar a obra para contenção de deslizamento em ambos os locais, uma vez que essas obras carecem de urgência, antes das próximas chuvas, pois os moradores estão expostos a riscos constantes de desabamento”, explica Ana Genezini.

10.11.16

Ana Genezini critica não hasteamento de bandeiras em prédios públicos de Vinhedo

Lei federal 5.700 de 1971 obriga o hasteamento da bandeira nacional nas sedes das prefeituras 

Em pronunciamento proferido na 162ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 07, a vereadora Ana Genezini (PMDB) criticou a decisão da Prefeitura de Vinhedo em não mais hastear as bandeiras nacional, estadual e municipal na sede do município, o que desrespeita disposição da Lei federal 5.700 de 1971, que dispõe sobre a forma e apresentação dos símbolos nacionais.

O inciso VI do artigo 12 da referida lei prevê que a bandeira nacional, assim como a do Mercosul, deve ser hasteada diariamente nas prefeituras e câmara municipais. A prática sempre foi adotada no município em relação à bandeira nacional, porém ultimamente a municipalidade deixou hastear a bandeira nacional, assim como a estadual e municipal na Prefeitura e outros prédios da administração municipal em que a prática era comum. A Câmara Municipal continua a hastear as bandeiras diariamente.

Nós temos percebido que as bandeiras nacional, estadual e municipal não estão sendo hasteadas, nem na frente da Prefeitura nem em outros próprios municipais, como na rodoviária, praças e escolas. Prefiro crer que essa falta de patriotismo não seja resultado da crise financeira, pois não é possível que o município não possua nem um jogo de bandeiras para hastear”, questionou.

A vereadora ainda ressaltou que qualquer ato de civismo público deve ser resgatado pela municipalidade, como a obrigatoriedade de cantar o hino nacional nas escolas e a inclusão de matérias de civismo na grade curricular.


Deixo meu recado ao prefeito Jaime Cruz, pois quero ver amanhã de manhã as bandeiras hasteadas em frente à Prefeitura, e também quero que seja cobrado das escolas que as mesmas bandeiras sejam hasteadas e que o hino nacional seja cantado ao menos uma vez na semana”, concluiu.