14.12.17

Ana Genezini entrega Moção de Aplausos a alunos e professores da EM Dom Mathias Alunos do 5º ano produziram um tablóide contando o histórico do ano escolar

Alunos do 5º ano produziram um tablóide contando o histórico do ano escolar

Antes do início da 41ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 11, a vereadora Ana Genezini (PMDB) reuniu todos os vereadores para entregarem pessoalmente aos alunos do 5º ano e professores da Escola Municipal (EM) Dom Mathias os certificados da Moção de Aplausos nº 297/2017, de autoria da própria vice-presidente da Câmara.

A Moção homenageia os alunos dos 5º anos A e B, professores e diretores pela produção do tablóide “A Gazeta RetroQuintos 2017”, que conta o histórico do ano escolar.

Para receber os certificados da moção compareceram os alunos do 5º ano A, Alex, Lorena e Wellington; do 5º ano B, João, Emily e Lívia; o diretor Cléber Antonio Martins; a vice-diretora Sara Von Zuben Herzer; a coordenadora pedagógica Alexandra Gomes Bernardo Soares Guerra; os professores Vanilda Margareti Von Zuben de Oliveira, Beatriz Maria Coleti e Vinícius Augusto Gomes Dias.

Ainda foram homenageados, mas não puderam comparecer os professores Rodrigo Mendes, Melissa Sayure Nakasaki e Priscila Nogueira Baltore; Ricardo Von Zuben, responsável pela diagramação do tablóide; e os demais alunos das duas turmas.

No recebimento dos certificados, também estiveram presentes  os pais e mães de alunos que acompanham a vida escolar dos filhos, na realidade atual, papel de suma importância no desenvolvimento educacional das  crianças.


 “Esse trabalho é lindo. Elaborado pelas crianças junto aos professores o tablóide contém tudo que um veículo de notícias impresso costuma ter, como classificados, poesias, palavras cruzadas, textos informativos, enfim, tudo elaborado pelos próprios alunos. Os professores e alunos mostraram à sociedade de Vinhedo, por meio desse tablóide, quanta coisa boa a Escola Municipal Dom Mathias ensina para os alunos, assim como a fantástica capacidade de aprendizado dos alunos. Essa homenagem é mais do que devida, e foi aprovada por todos os vereadores”, destacou Ana Genezini durante a entrega dos certificados.

6.12.17

Câmara aprova duas moções de Ana Genezini para implantação de estacionamento na região da Capela

A Câmara aprovou por unanimidade nessa segunda-feira, 04, pela 40ª Sessão Ordinária, duas moções de apelo de autoria da vice-presidente da Casa, vereadora Ana Genezini (PMDB), propondo à municipalidade a implantação de bolsão de estacionamento 45º em áreas públicas da região da Capela.

A Moção de Apelo nº 294/2017, propõe a criação de vagas de estacionamento em toda a extensão da Praça José Flávio Von Zuben, situada na Avenida Primeiro de Maio, no Jardim Von Zuben, O pedido já havia sido apresentado originalmente no primeiro mandato da vereadora Ana Genezini em junho de 2006, antes mesmo de se concluir o projeto de reurbanização da área institucional existente no local. Em 2012, a parlamentar voltou a apresentar pedido através de ofício, sendo reiterado por meio de indicação também em 2012, 2013 e 2017;

a Moção de Apelo nº 296/2017 pede a implantação de vagas 45º na Rua Nicolau Von Zuben, em área lateral ao Centro de Atenção à Saúde da Mulher (CASM), assim como o alargamento da mesma via na confluência com a Rua Juliana Degelo, a fim de melhorar o fluxo e a ordenação do trânsito local, esse pedido foi apresentado pela primeira vez, sob a forma de indicação, em 2013, sendo reiterada agora em 2017 pelo mesmo instrumento, com apoio do vereador Macaxeira.


A Avenida Primeiro de Maio é uma das mais movimentadas de toda a região da Capela, e tem seu tráfego prejudicado pela grande quantidade de veículos parados nas ruas para uso dos serviços públicos oferecidos no local. A implantação de bolsão de estacionamento 45º no local melhoraria o fluxo de veículos no local, além de oferecer mais vagas à população. Problema semelhante é visto na Rua Nicolau Von Zuben”, explicou.

29.11.17

Moção de Ana Genezini sugere emenda a projeto do Senado sobre utilização de dinheiro recuperado da corrupção

Projeto de autoria do senador Cristovam Buarque propõe que dinheiro recuperado de casos de corrupção seja aplicado ao Fundo Social
A Câmara aprovou por unanimidade nessa segunda-feira, 27, pela 39ª Sessão Ordinária, a Moção de Apelo nº 289/2017, de autoria da vice-presidente da Casa, vereadora Ana Genezini (PMDB), e destinada ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), propondo a criação de emenda ao projeto de Lei do Senado nº 291/2014, de autoria do senador Cristovam Buarque (PPS) e que tramita na Câmara dos Deputados sob o nº 7.614/2017, que trata do repasse dos recursos públicos recuperados de desvios por corrupção ao Fundo Social, criado pela Lei 12.351/2010.
O Fundo Social foi criado para recebimento de recursos oriundos do pré-sal, e prevê que seus recursos sejam destinados nas áreas da educação, saúde, cultura, esporte, meio ambiente, mitigação e adaptação às mudanças climáticas e à ciência e tecnologia, conforme prevê ao art. 47. da Lei.
O projeto de Cristovam Buarque, por sua vez, pede que o dinheiro recuperado de desvios de corrupção também seja encaminhado ao Fundo e propõe que 50% do valor que constitui o Fundo Social seja aplicado exclusivamente à educação e o restante para destinação conforme já previsto na lei do Fundo, ponto no qual Ana Genezini sugere mudanças.
A vereadora vinhedense propõe que dos 50% do saldo restante do Fundo 25% seja destinado a saúde e os demais 25% sendo dividido entre as demais áreas previstas pelo art. 47 da Lei 12.351/2010. A proposta visa aumentar o repasse para os setores essenciais, que são a saúde e a educação.
Com essa proposta marcaremos nosso posicionamento junto à Câmara dos Deputados, de que queremos que o dinheiro recuperado da corrupção seja investido em áreas específicas como saúde e educação e que atendam as necessidades da população”, afirmou Ana Genezini durante a 39ª Sessão.


A parlamentar vinhedense ainda pediu ao presidente da Câmara, vereador Nil Ramos (PSDB), que a proposta seja apresentada ao Parlamento Metropolitano da RMC, a fim de que as Camaras Municipais da região também encaminhem a proposta à Câmara dos Deputados para alteração do PLS nº 291/2014 (nº 7.614/2017), visando marcar posicionamento dos Legislativos da Região Metropolitana de Campinas nesta questão. 

21.11.17

Ana Genezini pede urgência à Câmara dos Deputados na aprovação de tarifa social de energia para hospitais públicos e filantrópicos

Moção de Apelo de autoria da vereadora foi aprovada por unanimidade na 38ª Sessão Ordinária
A Câmara aprovou por unanimidade nessa segunda-feira, 20, pela 38ª Sessão Ordinária, a Moção de Apelo nº 285/2017, de autoria da vice-presidente da Casa, vereadora Ana Genezini (PMDB), e destinada ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), solicitando urgência na aprovação do projeto de Lei nº 38/2015, que cria a tarifa social de energia elétrica para os hospitais públicos e filantrópicos em todo o País, e do PL 2481/2015, que estabelece tarifas diferenciadas de energia elétrica para hospitais filantrópicos.
Durante seu pronunciamento na sessão, Ana Genezini reforçou a importância da Moção. “Creio ser de extrema importância a Câmara se manifestar sobre esse projeto frente aos deputados, pois afirma que além dos hospitais necessitarem de recursos também é importante uma contribuição por parte do estado, como a instituição de tarifa social e a possibilidade parcelamentos dos débitos em energia”.

As proposituras já foram aprovadas  na Câmara dos Deputados pelas comissões de Minas e Energia e de Seguridade Social e Família, estando agora em análise pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

16.11.17

Ana Genezini presta homenagem à Raquel Viel durante a 37ª Sessão Ordinária

Vice-Presidente da Câmara falou sobre a luta da atleta contra o câncer

Durante a 37ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 13, a vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB) prestou uma breve homenagem à atleta vinhedense Raquel Viel, que acaba de passar pelo tratamento de um câncer de mama.
“Todos nós conhecemos a Raquel por conta de seu talento como nadadora, por ter representado Vinhedo e o país em diversos eventos mundo afora. Nessa segunda-feira, o Estadão divulgou uma matéria sobre a Raquel Viel e sua luta contra o câncer de mama, e no mês passado promovemos a campanha do Outubro Rosa, que justamente trata da conscientização sobre o tema”, afirmou.
A parlamentar chamou a atleta de “exemplo de superação”, e lembrou que mesmo após recente tratamento contra o câncer, Raquel Viel disputará campeonato mundial de natação na sua categoria no México.
“Raquel é um exemplo de superação, de como se esforçar para vencer a vida, e agora disputará o mundial nas categorias de 100 m costas, sua especialidade, e 100 m peito, mesmo com menos de um ano para preparação, com meta de ficar entre as cinco melhores do mundo”, explicou Ana Genezini.

Por fim, a parlamentar reforçou toda sua torcida à atleta e o desejo para que todos possam seguir seu exemplo.

14.11.17

Intermediado por Ana Genezini, secretário de Assistência Social se reúne com vereadores para tratar da questão dos moradores de rua na cidade

Secretaria apresentou trabalho que tem sido realizado para reintegração dessas pessoas à sociedade
No final da tarde dessa segunda-feira, 13, o secretário de Assistência Social, Júnior Chóca, visitou a Câmara municipal para apresentar aos vereadores o trabalho da Pasta para reintegração dos moradores de rua de Vinhedo à sociedade.
O encontro foi promovido pela vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), que já há algumas semanas tem levantado o tema na tribuna da Câmara, e contou com a participação do presidente da Câmara, vereador Nil Ramos (PSDB), e dos parlamentares Flávia Bitar (PDT), Paulinho Palmeira (PV), Rubens Nunes (PMDB), Macaxeira (PSD), Rodrigo Paixão (Rede) e Sandro Rebecca (PDT), e da assistente social Luciene Nunes.
No encontro, os representantes da Pasta apontaram que atualmente 29 pessoas se encontram em situação de rua em Vinhedo, dentre cidadãos vinhedenses e pessoas de outras cidades, e que o tratamento tem sido oferecido àqueles que se dispõe à receber tal tratamento.
Ana Genezini destacou a importância da participação de outras secretarias no programa de atendimento aos moradores de rua, já que muitos casos envolvem diretamente a atuação da saúde e outros setores. “O projeto Morador de Rua é de responsabilidade da Secretaria e foi implantado no município ainda no ano de 2010, e agora passou por um reordenamento. Atualmente temos oitos pessoas em tratamento para reintegração à sociedade, 11 pessoas que estão em situação de rua mas não são da cidade, e outros dez vinhedenses que não aceitam qualquer tipo de tratamento. A equipe da promoção social está realizando um trabalho acirrado, porém é importantíssimo que a administração promova uma ação multidisciplinar com outras secretarias, em especial com a Secretaria da Saúde e profissionais do SOS Esperança e Vida, uma vez que várias das ações com os moradores de rua envolve questão de saúde”.

O reordenamento das ações foi promovido a fim de evitar que muitos usuários, quando adentravam ao abrigo, se recusassem em aderir ao plano individual de acompanhamento, impossibilitando a devida recuperação do indivíduo.
Como alguns viam o serviço somente como um local para suprir suas necessidades básicas, como alimentação e higiene pessoal, e com o objetivo de evitar a violação de direitos daqueles que aceitavam os planos propostos, a Secretaria de Assistência Social propôs o reordenamento deste serviço, apresentando um novo modelo de intervenção. Com a alteração, passaram a ser encaminhados ao abrigo apenas aqueles que de fato estiverem dispostos a sair das ruas e mudar de vida.
O secretário fez questão de frisar que, mesmo as pessoas que seguem em situação de rua, recebem acompanhamento permanente, inclusive com abordagens noturnas, mas observou que boa parte ainda resiste a receber o atendimento. 

"Infelizmente essas pessoas que ainda reconhecem a rua como sendo o melhor lugar para se viver, longe de toda e qualquer regra, tem esse direito de escolha e só podem ser internados compulsoriamente havendo a necessidade de internação para tratamento de problemas de saúde já agravados e com o apoio de profissionais da secretaria de saúde e também da entidade SOS Esperança e Vida, essa avaliação poderá ser feita e alguns encaminhamentos serem efetuados junto a Justiça, e ainda mais, propiciar atendimento em saúde àqueles que optaram por viver nas ruas". Frizou a vereadora Ana Genezini.

8.11.17

Ana Genezini agenda reunião com secretário de Assistência Social para tratar da questão dos moradores de rua na cidade

Internação compulsória de moradores de rua em outras cidades tem atraído público para Vinhedo
Na semana passada, durante a sessão, a vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), comentou sobre o grande aumento no número de moradores de rua em Vinhedo, e propôs a apresentação de uma moção de Apelo à Secretaria de Assistência Social para a adoção de medidas a fim de tratar da questão.
Em resposta à manifestação da parlamentar, o secretário de Assistência Social, Júnior Chóca, propôs a realização de uma reunião com todos os vereadores no dia 13, às 16h30, a fim de apresentar o cronograma de trabalho da Pasta e o projeto que está sendo finalizado para tratar da questão do aumento no número de moradores de rua na cidade.

Na reunião o secretário e sua equipe técnica demonstrarão a todos os vereadores qual o planejamento para questão. Aproveito a oportunidade para convidar a todos os vereadores a prestigiar esse encontro, que será realizado no dia 13, uma segunda-feira, antes do início da Sessão da Câmara”, afirmou.

31.10.17

Ana Genezini comenta sobre projeto de alteração do regime dos servidores

Projeto de Lei Complementar nº 07/2017 já está em tramitação na Câmara
Nessa semana entrou em tramitação na Câmara o projeto de Lei Complementar nº 07/2017, de autoria da Prefeitura, que trata da alteração do regime dos servidores públicos de celetista para estatutário. A vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), que desde o primeiro anúncio da Prefeitura sobre a intenção de mudança no regime tem demonstrado preocupação com o tema, comentou sobre o projeto durante a 35ª Sessão Ordinária.
O PLC entrou no expediente dessa noite, e solicito de antemão que a presidência disponibilize o jurídico dessa Casa, pois terei que fazer muitas emendas para que o Estatuto dos Servidores fique do jeito que nós e os servidores queremos. O município possui uma série de leis que envolvem a estrutura do funcionalismo público e que deveriam ser revistas junto ao PLC nº 07, o que não foi feito”, afirmou.
A vereadora demonstrou preocupação com os boatos que tem sido divulgado sobre o projeto, a maioria infundados, que têm causado pânico entre os servidores.
Essa matéria é de competência exclusiva da Prefeitura, porém nós podemos apresentar quantas emendas quisermos. Os servidores precisam se ajudar, pois teremos apenas 45 dias para analisar o projeto. Precisamos fazer um trabalho sério, maduro, com muita responsabilidade, com diálogo com os servidores, para que possamos deixar o projeto em sua forma ideal. Ainda farei comparativos com a lei do regime estatutário de 82, que ainda rege alguns servidores de Vinhedo, e com estatutos de outras cidades”, concluiu.


25.10.17

Tarifa social em conta de água, há muito proposta por Ana Genezini, está em estudo pela Sanebavi

Tarifa social, caso implantada, diminuirá conta de água das famílias de baixa renda
Na semana passada a Sanebavi, autarquia responsável pelo abastecimento de água e tratamento de esgoto em Vinhedo, apresentou à Agência Reguladora de Serviços de Saneamento das Bacias do Rio Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ) o estudo para implantação da Tarifa Social de Água, um benefício voltado às famílias de baixa renda.
A tarifa social atende a uma solicitação antiga da vereadora Ana Genezini, que já em 2009 apresentou minuta de projeto à Prefeitura por meio da indicação nº 845/2009, em que propunha a concessão de isenção total ou parcial da tarifa de água a famílias de baixa renda e entidades com fins filantrópicos.
A indicação foi reiterada também na atual Legislatura, por meio da indicação nº 167/2017.
A ARES-PCJ já emitiu parecer favorável aos estudos da Sanebavi e se comprometeu em até novembro informar a autarquia vinhedense dos ajustes necessários para devida implantação da tarifa social já em 2018.
A diretrizes para implantação da tarifa social foram definidas com base em levantamento de dados do CadÚnico, fornecido pela Secretaria de Assistência Social. Aproximadamente 1.200 famílias vinhedenses deverão se beneficiar com a nova política de descontos da Sanebavi. Para fazer jus à tarifa social, a família deve ter renda per capta de até meio salário mínimo ou renda total de até três salários mínimos, além de outros critérios sociais que ainda estão sendo definidos.


“Finalmente a Sanebavi ouviu nossos pedidos e tirou do papel o projeto da tarifa social. Essa medida é fundamental para que possamos garantir o abastecimento de água à famílias de baixa renda, que atualmente sofrem muito para conseguir manter o fornecimento do insumo para suas casas sem prejudicar seu orçamento doméstico”, explicou Ana Genezini. 

11.10.17

Câmara aprova projeto de Ana Genezini para implantação de lâmpadas de LED na cidade

Projeto torna obrigatório o uso de lâmpadas em LED nos novos loteamentos do município e na rede de iluminação pública já existente
Nessa segunda-feira, 09, a Câmara aprovou por unanimidade o projeto de Lei nº 60/2017, de autoria da vereadora Ana Genezini (PMDB), que torna obrigatório o uso de lâmpadas de LED (diodo emissor de luz) na rede de iluminação pública de todo o município, incluindo quando da implantação de novos loteamentos.
A implantação de iluminação LED já vem sendo solicitada pela vereadora desde seus mandatos anteriores, e é considerada uma medida de segurança, uma vez que ilumina mais do que as lâmpadas convencionais, coibindo práticas ilícitas, além de oferecer economia aos cofres públicos, já que requer menos manutenção.
O projeto especifica como rede de iluminação pública os equipamentos e aparelhos utilizados para realizar a iluminação de vias, logradouros e demais bens públicos, incluindo praças, parques, jardins, monumentos e assemelhados.

Nos dias atuais é cada vez mais comum o uso da tecnologia de diodos emissores de luz em diversos equipamentos eletrônicos, como televisores, semáforos, telefones celulares e para a iluminação de ambientes públicos, internos e externos. A substituição das lâmpadas convencionais pela iluminação LED é uma forte tendência, em virtude das vantagens relacionadas à durabilidade e ao consumo de energia, isto porque a energia consumida pelo LED é revertida em iluminação e não em calor, evitando-se assim o desperdício de energia”, explicou Ana Genezini.

4.10.17

Ana Genezini reitera pedido para pavimentação da Avenida Geraldo Soares, no Vida Nova I

Parlamentar também reapresentou indicação para instalação de radar no local
A vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), reiterou duas indicações nessa semana para melhoria nas condições de trânsito na Avenida Geraldo Soares, uma das principais vias do bairro Vida Nova I, na região da Capela.
A indicação nº 230/2017, já apresentada em outras legislaturas, solicita à municipalidade o asfaltamento da avenida no trecho compreendido entre a Rua Antonio Bucci e a divisa com o município de Valinhos; enquanto a indicação nº 308/2017 propõe a instalação de radar na via após a conclusão da pavimentação asfáltica.

Desde 2012 venho apresentando ao Prefeito a necessidade de melhorias na Avenida Geraldo Soares, em virtude de muitos pedidos de moradores que residem próximo ao local e sofrem diariamente com a poeira. O trecho é utilizado para desvio do pedágio e há um grande número de veículos que circulam pelo local diuturnamente causando transtornos aos moradores. O tráfego intenso também torna necessária a instalação de radar para manutenção da segurança, e agora já está acontecendo acidentes no local, podendo vir a acontecer uma fatalidade, não podemos esperar mais”, explicou Ana Genezini.

27.9.17

Projeto de Ana Genezini para implantação de lâmpadas de LED na cidade entra em tramitação

Projeto quer tornar obrigatório o uso de lâmpadas em LED nos novos loteamentos do município e na rede de iluminação pública já existente
Nessa semana entrou em tramitação na Câmara o projeto de Lei nº 60/2017, de autoria da vereadora Ana Genezini (PMDB), que pretende tornar obrigatório o uso de lâmpadas de LED (diodo emissor de luz) na rede de iluminação pública de todo o município.
A implantação de iluminação LED já vem sendo solicitada pela vereadora desde seus mandatos anteriores, e é considerada uma medida de segurança, uma vez que ilumina mais do que as lâmpadas convencionais, coibindo práticas ilícitas, além de oferecer economia aos cofres públicos, já que requer menos manutenção.
O projeto esclarece que compreende a rede de iluminação pública os equipamentos e aparelhos utilizados para realizar a iluminação de vias, logradouros e demais bens públicos, incluindo praças, parques, jardins, monumentos e assemelhados.

Nos dias atuais é cada vez mais comum o uso da tecnologia de diodos emissores de luz em diversos equipamentos eletrônicos, como televisores, semáforos, telefones celulares e para a iluminação de ambientes públicos, internos e externos. A substituição das lâmpadas convencionais pela iluminação LED é uma forte tendência, em virtude das vantagens relacionadas à durabilidade e consumo de energia, isto porque a energia consumida pelo LED é revertida em iluminação e não em calor, evitando-se assim o desperdício de energia”, explicou Ana Genezini.

Ana Genezini desabafa sobre situação dos serviços de saúde no município e em todo país

Vereadora teme incapacidade do município em arcar com suas obrigações por omissão também dos governos estadual e federal
Na semana passada a vereadora Ana Genezini (PMDB), vice-presidente da Câmara de Vinhedo, já havia dedicado parte de seu tempo na tribuna da Casa de Leis para questionar as alterações anunciadas pela Prefeitura na prestação dos serviços de saúde, como a redução no horário de atendimento da Policlínica e da UPA. Na noite dessa segunda-feira, 25, pela 30ª Sessão Ordinária, a parlamentar voltou a comentar sobre a situação da saúde não só em Vinhedo, mas também em todo o país. 
Venho externar o que sinto de coração. Todos os dias recebo pedidos de apelo na área da saúde, e as respostas da municipalidade são sempre as mesmas, de que não há recursos para bancar a baixa e média complexidade, quando se trata de verba municipal, e quando se trata de SUS, os valores também são insuficientes, são vergonhosos, assim como nos casos de alta complexidade, que são de responsabilidade do estado. Com isso, o tratamento que tem que ser iniciado com a máxima urgência fica sem previsão de prazo, gerando imensas filas de esperas sem qualquer retorno. Não há qualquer preocupação do governo do estado e do governo federal com nossa situação. O problema da saúde não é só vinhedense, mas de todo país. O governo federal envia mensalmente para custear a UPA a miséria de R$ 170 mil, e tem transferido a responsabilidade de vários serviços aos municípios, sem oferecer infraestrutura adequada para tanto”.
Ana Genezini indagou se caso o resultado das eleições tivesse sido outro, se a situação seria muito diferente. “Outro resultado nas eleições não mudaria muito nossa situação, pois vivemos em todo o Brasil um sistema viciado, falido, de governo a governo, não à toa milhões de reais têm sido recuperados pela Lava Jato, dinheiro esse que infelizmente podem vir a ser desviados novamente no futuro”. “Ana Genezini ainda citou problemas na área de saúde envolvendo pacientes que necessitam de tratamento contra o câncer e outras doenças que não podem esperar por fila de espera”.

 Por fim, a vereadora clama pelo repasse de valores aprendidos pela Polícia Federal à saúde nacional, e espera do município a revisão das medidas anunciadas para o setor. “O ideal seria todo o dinheiro recuperado na Lava Jato e outra operações ser destinado à saúde. Conclamo ao presidente da República a determinarem o dinheiro das propinas já apreendido pela Polícia Federal a programas de saúde. Precisamos acabar com o câncer da política, que corrói e mata o povo brasileiro. Já para Vinhedo, espero que até o dia 06 de outubro essas medidas anunciadas para a saúde sejam revistas”.

20.9.17

Ana Genezini declara contrariedade à proposta de implantação e regime estatutário para os servidores municipais

Vereadora teme incapacidade do município em arcar com suas obrigações

A Prefeitura de Vinhedo tem estudado a possibilidade de alterar o regime trabalhista dos servidores municipais de celetista, ou seja, aquele regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), para estatutário, que vigeria de acordo com as normas de um estatuto próprio aprovado pelo município, porém a proposta não agrada a vereadora Ana Genezini (PMDB).
Durante a 29ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 18, a vice-presidente da Câmara enfatizou sua contrariedade a proposta do Executivo. “Se chegar um projeto para alteração de regime à essa Casa já adianto que votarei contra. Tive a oportunidade de ver uma minuta desse projeto, que sequer explica o que vai significar essa mudança de regime no funcionalismo público de Vinhedo. Essa proposta só passará se tivermos todas as informações e ficar claramente definida qual será a estrutura que o funcionalismo público terá para suportar essa transição de celetista para estatutário”.
A vereadora citou o caso vivido por alguns servidores da Câmara Municipal, que entraram para o quadro de servidores ainda sob o regime estatutário, no passado, e que hoje já atingiram a data prevista para aposentadoria pelo estatuto, porém não podem se aposentar por problemas no próprio regime, sendo obrigados a trabalhar por mais alguns anos para enfim se aposentarem pelo INSS.

A criação de um regime estatutário na Prefeitura é um caso muito sério, e portanto precisa de muito estudo e muita informação, pois sem isso é impossível votar ou até mesmo analisar qualquer projeto para alteração de regime”, concluiu.

19.9.17

Ana Genezini critica redução no horário de atendimento do pronto atendimento da Capela e da UPA

Medida foi anunciada pela Prefeitura nos últimos dias como forma de economia ao erário público
O recente anúncio por parte da Prefeitura de redução do horário de atendimento da UPA e do pronto socorro da Policlínica da Capela, de 24 para 12 horas, foi criticado pela vereadora Ana Genezini (PMDB) durante a 29ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 18.
A municipalidade adotou a medida como mais uma forma de diminuir os gastos públicos, porém a decisão não agradou a população e nem ao Legislativo vinhedense.
Eu efetivamente não concordo com essa medida da Prefeitura de diminuir o horário de atendimento do Pronto Atendimento da Policlínica Capela e da UPA. A Policlínica já tem mais de 10 anos de funcionamento, e é o principal posto de saúde de toda a região da Capela. A distância da Capela à Santa Casa, que passará a ser a única unidade de saúde 24 horas de nossa cidade, gera a necessidade de oferecer transporte à população que precisará se deslocar. Não quero crer ou mesmo ouvir alguém dizendo que a simples disponibilização de uma ambulância na Policlínica para promover o transporte de pacientes é o suficiente, pois não é. No tempo que a ambulância sai de seu plantão para transportar um paciente, outro que necessita da urgência pode vir a falecer devido à falta do veículo de plantão. Definitivamente não concordo com a decisão do município”.

Ana Genezini lembrou que no caso do pronto atendimento 24 hrs na Capela não há lei que obrigue o funcionamento 24 horas, como ocorre na UPA, com cujo encerramento de atividades as 19horas também não concordamos, e reforçou que o atendimento integral na Capela e na UPA é essencial para garantia da saúde naquela região e na cidade.

1.9.17

Ana Genezini reitera duas indicações para instalação de iluminação pública

Propostas serão reapresentadas na próxima sessão
A vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB) reapresentará duas indicações propondo instalação de iluminação pública na 27ª Sessão Ordinária, prevista para a próxima segunda-feira, dia 04 de setembro.
A indicação nº 306/2017, pede instalação de iluminação acionada por sensor de presença em todos os pontos de ônibus do município. O sistema oferece maior economia, uma vez que a iluminação apenas é acionada quando o ponto está sendo ocupado, além de garantir maior segurança aos usuários do transporte público.
Com o sensor teremos além da iluminação dos postes uma iluminação própria dos pontos de ônibus, oferecendo maior segurança aos munícipes. Essa tecnologia permite que a lâmpada fique acesa apenas nos momentos em que os pontos estiverem ocupados, economizando energia e aumentando a vida útil do equipamento”, explicou Ana Genezini (PMDB).

Já a indicação nº 593/2017 propõe a terceirização do serviço de manutenção da iluminação pública.

10.8.17

Ana Genezini fala sobre convenção partidária do PMDB

Vereadora justifica ausencia e deseja sucesso aos companheiros
Durante seu pronunciamento na 23ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 07, a vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), justificou previamente a sua ausência à convenção municipal de seu partido, a ser realizada nesse sábado, dia 12, no horário das 13h30 as 18h00 no prédio da Câmara Municipal.
"Cumprimento o partido pela realização da convenção, desejando sucesso e pleno exito na realização do evento. Justifico a minha ausência, já que tenho uma viagem pessoal agendada, e não posso cancelar esse compromisso prévio”, explicou.

A parlamentar ainda encaminhará ofício ao presidente do partido, para que seja lido no dia da convenção, visando justificativa e respeito aos colegas de partido.

2.8.17

Ana Genezini apresenta ofício à Prefeitura pedindo instalação de poste de luz na Rua Cruzeiro do Sul

Moradores do Mirante das Estrelas questionam falta de segurança no local
Na semana passada a vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), protocolou ofício junto à Prefeitura e à Secretaria de Obras solicitando a instalação de postes de energia e lâmpadas na Rua Cruzeiro do Sul, no bairro Mirante das Estrelas.
A rua é uma continuação da Rua Guilherme Manprim, mas não possui qualquer braço de iluminação em toda sua extensão, o que tem preocupado os moradores da localidade, que se sentem inseguros de transitar pela rua.
A rua é cercada por área de mata densa, e a ausência de iluminação torna o local vulnerável, suscetível à ação de pessoas mal intencionadas”, explicou Ana Genezini.

No ofício a parlamentar solicita à instalação de ao menos dois postes de energia, pedido que deverá ser feito pela Prefeitura diretamente à CPFL, e de lâmpadas em cada um dos postes.

19.7.17

Vereadora Ana Genezini solicita melhorias na calçada de importante trecho da Av. Castelo Branco

Parlamentar recebeu pedido de várias pessoas que usam transporte coletivo
 para chegar ao CIS e Bem Viver
A vereadora Ana Genezini (PMDB) encaminhou ofício ao Executivo Municipal solicitando várias melhorias em trecho da Avenida Castelo Branco. No documento, a parlamentar, que é vice-presidente da Câmara, destaca os principais problemas enfrentados pela população na proximidade do ponto de ônibus que serve usuários do CIS, Bem Viver, Hidroginástica, Casa Abrigo e Casa Dia.
Segundo munícipes, o entorno do ponto de ônibus localizado na Av. Castelo Branco, na altura do CIS, precisa de limpeza, colocação de lixeira e reparo na calçada.
Atrás desse ponto de ônibus, situa-se o imóvel da antiga empresa Brazniv Fiação e Tecelagem e, infelizmente por falta de lixeiras no local, os frequentadores e/ou pedestres que por ali transitam e permanecem no aguardo dos ônibus, deixam lixo no terreno, causando inclusive, forte odor e problema de saúde pública”, explica a vereadora Ana Genezini.
Além da limpeza no terreno, Ana Genezini propõe o fechamento do alambrado com tapume e colocação de lixeira para evitar que novamente ocorra o acúmulo de lixo.
No documento encaminhado para análise do prefeito, a vereadora Ana Genezini explica que na calçada do referido trecho houve o corte de algumas árvores, entretanto, ainda há vários tocos e buracos na calçada. Por isso, a parlamentar também solicita que a Prefeitura, por meio da Secretaria competente, faça a remoção dos tocos de árvore que ficam na calçada e atrapalham a passagem dos pedestres. “Trata-se de uma via muito movimentada e precisamos garantir a passagem dos pedestres pela calçada”, comenta a vereadora.
Vice-presidente da Câmara de Vinhedo, Ana Genezini explica que as reivindicações buscam dar mais segurança aos moradores e frequentadores dos serviços públicos existentes naquela região e, por isso, pede urgência nas providências.
Tenho certeza que, diante dos fatos, o prefeito Jaime Cruz determinará análise e providências para o atendimento do presente”, finaliza Ana Genezini.


30.6.17

Administração Municipal atende solicitação do presidente Nil Ramos e da vereadora Ana Genezini

Bandeira Nacional será hasteada diariamente em frente ao Paço Municipal

Nessa segunda-feira, 26, o presidente da Câmara, vereador Nil Ramos (PSDB), e a vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), estiveram reunidos com o professor Alaor Saccomano para conferir o hasteamento da Bandeira Nacional em frente ao Paço Municipal. O pedido para retomada do hasteamento diário havia sido feito pelos parlamentares ao Executivo Municipal em atendimento a documento entregue pelo professor aos vereadores.

Com mais de 300 assinaturas, o documento recebido pelo presidente Nil Ramos no dia 19 deste mês solicitava o hasteamento da Bandeira Nacional e do Mercosul em prédios públicos, em cumprimento à Lei Federal nº 5.700 de 1971.
A Lei Federal nº 5.700/1971, em seu art. 13, inciso VI, exige que as bandeiras Nacional e do Mercosul sejam hasteadas diariamente nas Prefeituras e Câmaras Municipais, enquanto o art. 14 dispõe que em dias de festa ou de luto nacional a Bandeira Nacional seja hasteada em todos as repartições públicas, estabelecimentos de ensino e sindicatos.
“Encaminhamos o documento ao prefeito Jaime Cruz, que prontamente determinou aos departamentos pertinentes o cumprimento do disposto na legislação vigente”, explica o presidente Nil Ramos.
A vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini, considera o diálogo essencial. “É justa a solicitação do professor e munícipes que assinaram o documento e, como vereadores, fizemos nosso papel levando ao conhecimento do Executivo o pedido da comunidade e a necessidade de cumprimento da Lei”.


29.6.17

Prefeitura pinta área específica para motos na maioria dos semáforos da cidade


Espaço exclusivo para espera de motos em semáforos foi pintado pela primeira vez na confluência da Avenida Castelo Branco com Avenida Benedito Storani

Ao longo do mês de junho a Prefeitura pintou a “caixa” de espera para motociclistas em quase todos os semáforos da cidade. A melhoria atende à indicação da vereadora Ana Genezini (PMDB), vice-presidente da Câmara, e foi pintada pela primeira vez no início do mês, no semáforo do cruzamento da Avenida Presidente Castelo Branco com a Avenida Benedito Storani, em frente ao Colégio de Vinhedo. A “caixa” corresponde a uma área delimitada, antes das faixas de pedestres, para que as motos possam esperar a abertura do semáforo com segurança, e foi proposta originalmente pela parlamentar em julho de 2016, sendo reiterada em maio desse ano.
A caixa de espera para motos é uma medida de segurança, pois evita que os motociclistas fiquem parados em meio aos carros, ou espremidos próximo do semáforo. A caixa organiza o trânsito, e com isso reduz as possibilidades de acidentes. A Prefeitura reconheceu a importância da medida e já deu início ao trabalho de pintura das caixas em toda cidade”, explicou.
A melhoria foi bem recebida pela população e tem sido respeitada pelos motoristas.

23.6.17

Nil Ramos e Ana Genezini apresentarão ao Prefeito pedido para hasteamento de bandeiras em prédios públicos

Parlamentares receberam documento com mais de 300 assinaturas pedindo o cumprimento de Lei Federal

Nessa segunda-feira, 19, pouco antes do início da 20ª Sessão Ordinária, o presidente da Câmara, vereador Nil Ramos (PSDB), e a vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), se reuniram com o professor Alaor Sarcomano para receber um documento que pede o hasteamento da Bandeira Nacional e do Mercosul em prédios públicos, em cumprimento à Lei Federal nº 5.700 de 1971.
O documento entregue pelo professor aos vereadores contém mais de 300 assinaturas, e será encaminhado ao prefeito Jaime Cruz para que adote o disposto na legislação.
A Lei Federal nº 5.700/1971, em seu art. 13, inciso VI, exige que as bandeiras Nacional e do Mercosul sejam hasteadas diariamente nas prefeituras e câmaras municipais, enquanto o art. 14 dispõe que em dias de festa ou de luto nacional a Bandeira Nacional seja hasteada em todos as repartições públicas, estabelecimentos de ensino e sindicatos.
O documento pede o justo cumprimento de uma Lei Federal que zela pelo civismo, portanto, encaminharemos esse documento, assinado por mais de 300 cidadãos vinhedenses, ao prefeito Jaime Cruz para que de imediato tome as providências para cumprimento da legislação, hasteando a Bandeira Nacional em nossas repartições públicas”, explicaram os vereadores.
Também participaram da reunião os vereadores Carlos Florentino (PV), Flávia Bitar (PDT), Marcos Ferraz (PSD), Paulinho Palmeira (PV) e Rui Nunes “Macaxeira” (PDT).

Nova área da Central de Reciclagem é mais uma conquista do diálogo de Ana Genezini com munícipes

A Central de Reciclagem, que funcionava na Vila Cascais, teve suas atividades transferidas para novo local, mais amplo e confortável na Rua João Edueta, no Bairro da Capela.  O novo espaço é fruto de um esforço conjunto entre moradores próximos ao local e a vereadora Ana Genezini (PMDB), que intermediou reuniões com a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo e com o prefeito Jaime Cruz.
O incômodo dos moradores da Vila Cascais era antigo; os cooperados também solicitavam um local mais amplo e finalmente esse problema foi solucionado com a entrega da nova Central, na região da Capela”, explicou Ana Genezini.
As novas instalações dispõem de uma área total de 15 mil m², com um galpão de reciclagem de 1.200 metros totalmente coberto, que abriga o sistema de recepção, triagem e distribuição dos recicláveis, bem como o armazenamento de todos os equipamentos necessários para otimizar o trabalho dos cooperados, além de refeitório, banheiro e área de convivência. A estrutura da Central de Triagem da Vila Cascais tinha 5 mil m².

Em parceria com a Prefeitura, a Cooperativa de Reciclagem 4RV (Reciclar, Repensar, Reutilizar, Reduzir, Vinhedo) faz a seleção do material em Vinhedo. Atualmente, 36 cooperados fazem a separação e venda do material coletado em todo o município pela Prefeitura e, com este novo espaço, passam a ter possibilidade de ampliar a produção e os rendimentos.

7.6.17

Ana Genezini propõe instalação de semáforo no cruzamento da Rua Antônio Barbosa com Avenida Benedito Storani

A vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), apresentará a indicação nº 903/2017 na 19ª Sessão, prevista para a próxima segunda-feira, 12, que pede à Prefeitura estudos quanto a viabilidade de instalação de semáforo na confluência da Rua Antônio Barbosa com Avenida Benedito Storani.
A parlamentar explica que a melhoria é muito solicitada pela população, já que o tráfego de veículos no cruzamento é intenso. “O trânsito no local é bastante intenso, principalmente nos horários de pico, e com isso diariamente são registradas colisões, engarrafamentos e outros problemas. O cruzamento paralelo já conta com semáforo, está na hora do cruzamento com a Rua Antônio Barbosa receber o seu também”.


1.6.17

Prefeitura pinta primeira área específica para motos próximo a faixas de pedestres

Espaço exclusivo para espera de motos em semáforos foi pintado na confluência da Avenida Castelo Branco com Avenida Benedito Storani

Nessa semana a Prefeitura de Vinhedo atendeu a mais uma indicação da vereadora Ana Genezini (PMDB), e pintou a “caixa” de espera para motociclistas em cruzamento semafórico localizado na Avenida Presidente Castelo Branco com a Avenida Benedito Storani, em frente ao Colégio de Vinhedo. A “caixa” corresponde a uma área delimitada, antes das faixas de pedestres, para que as motos possam esperar a abertura do semáforo com segurança, e foi proposta originalmente pela parlamentar em julho de 2016, sendo reiterada na semana passada.

A caixa de espera para motos é uma medida de segurança, pois evita que os motociclistas fiquem parados em meio aos carros, ou espremidos próximo do semáforo. A caixa organiza o trânsito, e com isso reduz as possibilidades de acidentes. A Prefeitura reconheceu a importância da medida e já deu início ao trabalho de pintura das caixas em toda cidade”, explicou.


A Avenida Presidente Castelo Branco foi a primeira a receber a melhoria, pois já estava sendo feito reforço na pintura da faixa de pedestre do local. Outras vias do município também receberão a “caixa”, conforme cronograma de pintura da sinalização de solo.




31.5.17

Prefeitura abre licitação para recapeamento de ruas do Jardim Eldorado, melhoria há anos indicada por Ana Genezini

Desde 2008 a vereadora solicita o recapeamento das ruas do bairro
Na semana passada a Prefeitura de Vinhedo abriu processo licitatório, na modalidade tomada de preços, para contratação de empresa para execução de recapeamento asfáltico em todas as ruas do bairro do Jardim Eldorado, na região da Capela. A melhoria atende a inúmeras indicações da vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), que desde 2008 solicita o serviço.
Finalmente, depois de anos solicitando à Prefeitura o recapeamento das ruas do Jardim Eldorado a população poderá realmente ver esse serviço sendo realizado. Isso é uma conquista da persistência. Como representantes da população não podemos deixar de cobrar do Executivo a realização de melhorias, por mais que já tenhamos pedido o mesmo serviço em mais de uma oportunidade”, explicou Ana Genezini.

Os envelopes dos concorrentes serão abertos na metade de junho, e a empresa vencedora terá um prazo de 60 dias para concluir a obra.

19.5.17

Ana Genezini reitera indicação para área específica de motos próximo a faixas de pedestres

Espaço seria exclusivo para espera de motos em semáforos
A vice-presidente da Câmara, vereadora Ana Genezini (PMDB), reapresentou indicação propondo a pintura de “caixas” de espera para motociclistas em semáforos da cidade. A “caixa” corresponde a uma área delimitada, antes das faixas de pedestres, para que as motos possam esperar a abertura do semáforo com segurança. A propositura original já havia sido apresentada em julho de 2016.
A caixa de espera para motos é uma medida de segurança, pois evita que os motociclistas fiquem parados em meio aos carros, ou espremidos próximo do semáforo. A caixa organiza o trânsito, e com isso reduz as possibilidades de acidentes”, explicou.
A parlamentar sugere que a municipalidade aproveite o serviço de recuo de todas as faixas de pedestre localizadas, para que os veículos possam ter visibilidade do trânsito sem obstruir a passagem de pedestres, e já pinte as “caixas” de espera de motocicletas antes das faixas.

Ana Genezini chegou a reforçar o pedido via e-mail encaminhado diretamente ao secretário de Transportes e Defesa Social, Junior Vendemiatti.

18.5.17

Ana Genezini solicita melhorias para a Praça do Aquário

Há anos a área de lazer não recebe reformas
Nessa semana a vereadora Ana Genezini (PMDB) apresentou indicação à Prefeitura solicitando uma série de reformas na Praça do Aquário, em especial ao parquinho infantil. A parlamentar abordou o tema durante a 15ª Sessão Ordinária.
“Na semana passada minha assessora registrou algumas fotos da Praça para encaminhar à Prefeitura. Recentemente tenho enfatizado a necessidade de reformas das praças de nossa cidade, como a Praça Santana, e no caso do Aquário tenho recebido uma série de reclamações da população”, enfatizou.
Dentre os pedidos da vereadora estão a substituição da caixa de areia da área de lazer, instalação de bancos com encosto para crianças acima de um ano nos balanços, pintura dos locais acometidos com pichações, troca dos bancos de madeira da área de lazer, instalação de tampas nas lixeiras, troca do telhado na área de descanso dos funcionários, instalação de armários para uso dos funcionários, e reformas nos banheiros como instalação de espelhos, assento sanitário, saboneteira, porta papel higiênico, troca das caixas de descarga, de torneiras, do forro do teto e pintura de todo local.

“Também peço à população que não depredem o local, nossas áreas de lazer já carecem de adequada manutenção, e se a comunidade não colaborar para a preservação do patrimônio público fica difícil oferecer espaços adequados. Além disso, a manutenção é essencial para que possamos efetivar o programa Cultura na Praça, pois nas atuais condições não dá para deixar que nossos talentos das oficinas culturais utilizem nossas áreas de lazer”, concluiu.